15 de abril de 1377

15 de abril de 1377

Nesta data chegou a Santarém uma embaixada do rei de Castela com o intuito de fazer uma aliança com Portugal contra o reino de Aragão.

Personalidade nascida neste dia

A cidade de Aveiro viu nascer no dia 15 de abril de 1902 um dos mais famosos jornalistas portugueses do século XX, Fernando Luís de Oliveira Pessa.

Iniciou a sua atividade de jornalista na Emissora Nacional que, pelo seu desempenho, deu origem a um convite da BBC para trabalhar na secção brasileira desta rádio inglesa.

Viveu em Londres durante os bombardeamentos da II Guerra Mundial e as suas crónicas tiveram uma grande popularidade neste período, para a qual também contribuiu a censura imposta em Portugal por António de Oliveira Salazar.

Realizou a primeira emissão da RTP em direto na Feira Popular de Lisboa, mas só no dia 1 de janeiro de 1976 entrou para os quadros desta operadora de televisão, ostentando já 74 anos.

Ficaram célebres os seus bilhetes postais, que denunciavam situações menos simpáticas do quotidiano português, e que terminavam invariavelmente com a expressão E esta, hein?.

O seu trabalho como correspondente durante a II Guerra Mundial valeu-lhe a distinção com a Ordem do Império Britânico e em Portugal foi agraciado com a comenda da Ordem do Infante D. Henrique (13 de julho de 1981) e com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Mérito (10 de junho de 1991).

Reformou-se em 1995 com 93 anos e morreu no dia 29 de abril de 2002, poucos dias depois de ter completado 100 anos de vida.

2014-04-28-fernando-pessa

1 de abril de 1997

1 de abril de 1997

Neste dia Portugal assume a Presidência do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Este órgão tem como principal mandato zelar pela segurança e pela paz internacional.

Personalidade nascida neste dia

No dia 1 de abril de 1964 nasceu na Beira, África Oriental Portuguesa, o jornalista, correspondente de guerra, professor universitário e escritor português, José António Afonso Rodrigues dos Santos.

Em 2016 foi eleito o melhor escritor português por uma votação de cerca de 28 000 cidadãos lusos.

Tem uma carreira vasta como jornalista com passagens pela BBC, por diversos teatros de guerra e pela RTP onde trabalha atualmente.

Apresenta uma vertente de romancista com cerca de uma vintena de obras publicadas, sendo consideradas as Crónicas de guerra como a sua Magnum opus.

Em 2009 recebeu o Prémio do Clube Literário do Porto.

jose-rodrigues.jpg