O ano de 1971

A importância das datas é dada pelos acontecimentos que tiveram lugar ou pelas efemérides que são assinaladas. A verdade é que todos os dias, todas as semanas, todos os meses e todos os anos são importantes para alguém. O ano de 1971 não foge a essa regra, sendo importante para todos aqueles nasceram nesta data […]

Os livros que li em 2020 – parte V

Vou terminar a sequência dos artigos com os cinco livros que mais gostei de ler em 2020 com uma exceção ao apresentar neste último post desta série dois livros em vez de um. A razão para selecionar dois livros é porque têm algumas caraterísticas comuns que passo a explicar: 1- Ambos são livros escritos há […]

A união faz a força?

A situação pandémica que vivemos é, apesar da crise, uma oportunidade única de aprendizagem que não devemos desperdiçar. De facto, o que pode fazer a diferença para a resiliência da Humanidade no futuro é a capacidade para apreender as lições que estas crises globais trazem. Há umas semanas já tinha escrito que um problema global […]

Problemas globais, soluções globais

O título deste artigo é aquilo a que habitualmente chamamos uma verdade de La Palice (parece que também se pode escrever de La Palisse), ou seja, algo muito óbvio. Mas será que sendo tão óbvio, significa que acontece? Todos nós sabemos que nem sempre o “saber” determina uma alteração de comportamento. Ao longo destes últimos […]

Os livros que li em 2020 – parte IV

Dando continuidade à partilha dos cinco livros que mais gostei de ler em 2020, hoje venho falar-vos de um cujo tema está ligado com o dia 15 de março de 1961, ou seja, com a revolta que deu início à guerra colonial e que aconteceu há precisamente 60 anos. O livro que vos falo é […]

A voz dos sábios – parte 3

Quando iniciei este blogue há mais de cinco anos foi com o intuito de criar um espaço onde pudessem ficar algumas das minhas ideias, das minhas reflexões, mesmo que não tenham interesse para os outros. Uma dessas minhas reflexões é a importância que dou às referências que nos acompanham e inspiram ao longo da vida, […]

Afinal quem são os burgueses?

Há uma semana escrevi um artigo, no qual explicava as razões pelas quais considero que Portugal nos últimos 110 anos é um país de tentativas falhadas, portanto, um país constantemente adiado. Não nego que o que desencadeou o meu texto foi a proposta da Professora Susana Peralta para a criação de um imposto extraordinário àqueles […]

Os livros que li em 2020 – parte III

Fiz uma seleção dos cinco livros que mais gostei de ler em 2020 e propus-me a partilhar os respetivos títulos, tendo publicado dois pequenos textos nos dias 19 e 22 de fevereiro sobre dois deles. Hoje chegou a vez de falar-vos de mais um livro: “Vai aonde te leva o coração” de Susanna Tamaro. Esta […]

110 anos de tentativas falhadas

Nas últimas horas tem sido feito um eco extraordinário de uma das frases da entrevista da Professora Susana Peralta ao Jornal I e que diz “Podia-se lançar um imposto extraordinário a quem não perdeu rendimentos”. Ora, esta sugestão é feita no contexto de uma crise económica e social que foi agravada pela pandemia que vivemos […]

Os livros que li em 2020 – parte II

Na sequência da publicação da semana passada sobre um dos cinco livros que mais gostei de ler em 2020, venho apresentar-vos outro que considerei um dos cinco melhores. O género é diferente, uma vez que o da semana passada era de ficção e o que vos venho falar agora é de História. Mas é uma […]