21 de julho de 1327

21 de julho de 1327

Neste dia travou-se a Batalha Naval do Cabo de São Vicente entre as armadas portuguesa e castelhana.

A armada portuguesa era comandada pelo almirante genovês ao serviço de Portugal, Manuel Passanha ou Pessanha, que tinha sido contrato pelo rei D. Dinis com o objetivo de reorganizar as muito incipiente forças navais portuguesas.

Esta batalha resultou numa derrota portuguesa e na prisão do almirante que só foi libertado em 1339, nunca tendo esquecido nem perdoado esta humilhação.

Personalidade nascida neste dia

No dia 21 de julho de 1941 nasceu Diogo Pinto de Freitas do Amaral na Póvoa de Varzim.

É um destacado professor universitário, jurisconsulto e político português.

Foi fundador do Centro Democrático Social (CDS), fez parte do governo de Francisco Sá Carneiro com a coligação da Aliança Democrática ocupando as funções de vice-primeiro-ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros.

Assumiu a chefia do governo entre 4 de dezembro de 1980 e 9 de janeiro de 1981 depois da morte do primeiro-ministro em Camarate.

Em 1986 foi candidato à presidência da república, apoiado pelo PSD e CDS, tendo perdido para Mário Soares na segunda volta depois de ter ganho a primeira.

É importante destacar que nos anos de 1995 e 1996 foi Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, o cargo mais importante até então ocupado por um português naquela organização internacional.

Foi novamente ministro dos Negócios Estrangeiros entre 12 de março de 2005 e 1 de julho de 2006 no governo liderado por José Sócrates.

Tem algumas dezenas de obras publicadas desde 1965 até à atualidade.

diogo_freitas_amaral

Anúncios

18 de abril de 1120

18 de abril de 1120

Neste dia o bispo do Porto, D. Hugo, recebeu de D. Teresa de Leão, mãe do futuro primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques, um vasto território denominado de Couto de Portucale (atual Porto).

couto_portucale

Passados três anos, D. Hugo concedeu carta de foral desta cidade aos seus moradores.

Personalidade nascida neste dia

No dia 18 de abril de 1943 nasceu Adelino Manuel Lopes Amaro da Costa, engenheiro civil e político português.

Foi um dos fundadores do Centro Democrático Social (CDS), deputado à Assembleia Constituinte em 1975 e deputado à Assembleia da República nas legislativas de 1976, 1979 e 1980.

Ocupou o cargo de Ministro da Defesa Nacional no VI Governo Constitucional depois da vitória da Aliança Democrática (AD) nas eleições legislativas de 1980.

Morreu no dia 4 de dezembro de 1980 num acidente de aviação juntamente com Francisco Sá Carneiro, Snu Abecassis e António Patrício Gouveia, quando se deslocavam para um comício no Porto do candidato presidencial General Soares Carneiro.

No dia 13 de julho de 1981 recebeu, a título póstumo, a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.

adelino_amaro_costa.JPG

 

24 de dezembro de 1779

24 de dezembro de 1779

Foi neste dia que D. Maria I fundou a Academia Real das Ciências, precursora da Academia das Ciências de Lisboa.

250px-Placaacl

Esta academia foi fundada em pleno Iluminismo, tendo como fundadores o seu primeiro presidente e mentor,  João Carlos de Bragança e Ligne de Sousa Tavares Mascarenhas da Silva, 2.º duque de Lafões, e o primeiro secretário, Abade Correia da Serra, que eram fortes opositores do marquês de Pombal.

A criação desta instituição inseriu-se numa corrente antipombalina, tendo sido criadas duas classes, uma de ciências e outra de letras.

Personalidade nascida neste dia

No dia 24 de dezembro de 1953 nasceu o advogado e político português, José Duarte de Almeida Ribeiro e Castro.

Ribeiro e Castro é filho do 56.º presidente da Câmara Municipal de Lisboa e 120.º governador-geral de Angola, Fernando Augusto Santos e Castro.

A sua atividade política como militante do CDS inclui a criação da Juventude Centrista e da Fundação dos Trabalhadores Democratas Cristãos. Foi deputado eleito em 1976, 1980, 1999 e 2009. Participou nos governos de Francisco Sá Carneiro e Francisco Pinto Balsemão como Secretário de Estado Adjunto de Diogo Freitas do Amaral e nos três governos de Aníbal Cavaco Silva, como adjunto do Ministro da Educação, Roberto Carneiro. Foi ainda deputado no Parlamento Europeu.

No dia 14 de julho de 2010 foi agraciado como Grande-Oficial da Ordem de Bernardo O’Higgins do Chile e em 6 de dezembro do mesmo ano como Grande-Oficial da Ordem do Mérito do Luxemburgo.

ribeiro_castro