11 de julho de 1828

11 de julho de 1828

O reinado de D. Miguel I iniciou-se neste dia e terminou a 26 de maio de 1834.

King_Miguel_I_of_Portugal_&_Wife

Apesar de ter sido acusado pelo Partido Constitucionalista de usurpar o trono, as Leis Fundamentais do Reino referiam que quando um príncipe herdeiro levantasse as armas contra Portugal ou ascendesse ao trono de um país estrangeiro perderia o direito ao trono português, ou seja, D. Pedro I tinha perdido o direito à coroa portuguesa ao declarar a independência do Brasil.

Por esta razão, passaria a ser D. Miguel I o legítimo sucessor de D. João VI, aclamação que veio a ser concretizada pelas Cortes no dia 11 de julho de 1828.

A este rei foram atribuídos os cognomes de o Absolutista ou o Usurpador, por força desta polémica. Para os seus apoiantes o cognome adequado era o Tradicionalista por ter sido aclamado em Cortes.

Personalidade nascida neste dia

No dia 11 de julho de 1822 nasceu António Maria da Luz de Carvalho Daun e Lorena.

Foi moço fidalgo do reino e chefe do Partido Legitimista, que nos séculos XIX e XX defenderam a causa do rei D. Miguel I contra D. Pedro IV de Portugal e D. Maria II.

Casou com D. Maria Joana Ludovice Curvo Semedo Delgado, descendente do célebre Geraldo Sem Pavor, o conquistador da cidade de Évora.

antonio_maria_da_luz_de_carvalho_daun_e_lorena_original

 

12 de outubro de 1862

12 de outubro de 1862

Nesta data, o rei D. Luís I, rei de Portugal, casou-se em Lisboa com Maria Pia de Sabóia, princesa da Sabóia e filha do rei de Itália, Vítor Emanuel II.

Refira-se que esta cerimónia foi a confirmação do casamento efetivado por procuração no dia 27 de setembro e que teve como procurador o duque de Loulé, Nuno José Severo de Mendoça Rolim de Moura Barreto.

casamento_luis_maria_pia

O contrato matrimonial que precedeu este casamento foi assinado em Turim no dia 9 de agosto. A princesa Maria Pia de Sabóia chegou a Lisboa no dia 5 de outubro de 1862 e o seu casamento com o rei de Portugal foi ratificado no dia seguinte na Igreja de S. Domingos.

Personalidade nascida neste dia

Neste dia do ano de 1798 nasceu no Palácio de Queluz, D. Pedro I, imperador do Brasil e IV de Portugal, mais tarde conhecido pelo Libertador. O seu nome completo era Pedro de Alcântara Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon.

D. Pedro I foi o fundador e primeiro soberano do Império do Brasil. Era membro da Casa de Bragança, filho do rei D. João VI e da rainha Carlota Joaquina, tendo ido para o Brasil quando Portugal foi invadido pelas tropas francesas.

A Revolução Liberal de 1820 obrigou o pai de D. Pedro I, rei D. João VI, a regressar a Portugal e deixá-lo como regente no Brasil. A tentativa de Portugal retirar a autonomia política que o Brasil gozava provocou grande descontentamento no Brasil e D. Pedro I escolheu o lado brasileiro, declarando a independência deste país em 7 de setembro de 1822.

Em março de 1826 tornou-se rei de Portugal por 18 dias, abdicando em favor da sua filha mais velha, D. Maria II, tendo o trono sido usurpado pelo irmão mais novo de D. Pedro, D. Miguel I.

Morreu de tuberculose no dia 24 de setembro de 1834 no Palácio de Queluz, pouco tempo depois da vitória dos liberais.

pedro_I