9 de junho de 1448

9 de junho de 1448

Neste dia D. Afonso V assumiu o trono a que tinha ascendido com seis anos de idade.

Com efeito, até atingir a maioridade a sua mãe assumiu inicialmente a regência que depois foi para o seu tio D. Pedro, Duque de Coimbra.

Ao assumir o trono anulou todos os editais aprovados pela regência e, com a ajuda do seu tio D. Afonso I, Duque de Bragança, declarou D. Pedro inimigo do reino e derrotou-o na batalha de Alfarrobeira.

Personalidade nascida neste dia

No dia 9 de junho de 1900 nasceu na cidade invicta o escritor e poeta português, José Gomes Ferreira.

Ainda muito jovem colaborou com Fernando Pessoa na elaboração de um soneto para a revista Ressurreição.

Politicamente sempre se revelou uma homem de esquerda, tendo inclusivamente sido candidato às eleições legislativas de 1979 pela Aliança do Povo Unido (APU). Mais tarde aderiu ao Partido Comunista Português (PCP).

Deixou uma obra vastíssima, publicada entre 1918 e 1990, sendo considerada a sua maior obra a crónica de 1977 Intervenção Sonâmbula.

No conjunto de prémios e homenagens que recebeu destacam-se a atribuição do grau de Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada a 9 de abril de 1981 e do grau de Grande-Oficial da Ordem da Liberdade a 1 de outubro de 1985.

Morreu em Lisboa no dia 8 de fevereiro de 1985.

jose-gomes-ferreira

 

6 de janeiro de 1971

6 de janeiro de 1971

Neste dia aconteceu em plena época marcelista a primeira reunião plenária das conversações exploratórias entre Portugal e a Comunidade Económica Europeia (CEE), para a adesão do nosso país a esta organização.

Este processo culminou com a entrada formal de Portugal na CEE em 1986.

Personalidade nascida neste dia

O historiador, professor universitário, político e comentador José Álvaro Machado Pacheco Pereira nasceu no Porto no dia 6 de janeiro de 1949.

A sua atividade política começou no Partido Comunista Português, mas foi deputado pelo Partido Social Democrata durante quatro legislaturas entre 1987 e 2011.

Além de professor universitário e comentador, tem feito ao longo destas décadas uma recolha sistemática de informação sobre a vida política portuguesa, tendo provavelmente a maior biblioteca privada portuguesa com cerca de 110 000 títulos.

A sua obra é demasiado vasta para ser referida aqui, mas saliento a biografia de Álvaro Cunhal, da qual já foram publicados alguns volumes.

pacheco-pereira