2 de junho de 1854

2 de junho de 1854

Neste dia foi fundado o jornal O Comércio do Porto que à data do seu encerramento em 2005 era o segundo jornal mais antigo em Portugal.

Inicialmente designado por O Commercio e com uma periodicidade trissemanal às segundas, quartas e sextas, vendia-se por 40 réis.

No ano de 1855 passou a ser um jornal diário e no ano seguinte adotou a sua designação conhecida até hoje.

Teve algumas figuras ilustres como seus colaboradores, destacando-se o rei D. Carlos, a rainha D. Amélia ou Camilo Castelo Branco, só para citar alguns exemplos.

A sua última edição foi impressa no dia 30 de julho de 2005 depois de uma tentativa frustrada de um grupo espanhol salvar o jornal.

Personalidade nascida neste dia

No dia 2 de junho de 1865 nasceu Amália Luazes, pedagoga e escritora portuguesa.

Foi uma grande defensora da educação da mulher e da extinção do analfabetismo, tendo fundado as secções masculina e feminina do Instituto do Professorado Primário Oficial Português.

Publicou as obras Método Legográfico Luazes, Contos para os nossos Netos, Leituras Instrutivas e A Escola da Vida. As duas últimas obras referidas foram aprovadas pelo governo.

Estas obras foram premiadas na Exposição Internacional do Centenário da Independência do Brasil (1922-1923) e na Exposição Internacional de Barcelona em 1929.

No dia 11 de abril de 1931 recebeu o grau de Oficial da Ordem da Instrução Pública, tendo ainda sido condecorada com a Medalha de Mérito da Ctuz Vermelha.

Morreu no dia 24 de dezembro de 1938.

amalia_luazes.jpg

 

Anúncios

8 de fevereiro de 1888

8 de fevereiro de 1888

Neste dia foi apresentada na câmara dos deputados a Cartilha Maternal de João de Deus como um projeto de interesse nacional depois da sua publicação em 1876.

Cartilha_maternal

Refira-se que esta obra, de natureza pedagógica e escrita pelo pedagogo João de Deus, é um método de ensino da leitura às crianças usado nas escolas por quase 50 anos e que ainda hoje mantém alguns seguidores.

Personalidade nascida neste dia

A cidade de Coimbra viu nascer no dia 8 de fevereiro de 1291 o sétimo rei de Portugal, D. Afonso IV, O Bravo.

Foi um comandante militar corajoso e deu um grande impulso à marinha mercante portuguesa. O seu reinado também ficou marcado pela descoberta das ilhas Canárias.

Morreu em Lisboa no dia 28 de maio de 1357 e jaz sepultado na Sé de Lisboa.

Dom-Afonso-IV