21 de julho de 1327

21 de julho de 1327

Neste dia travou-se a Batalha Naval do Cabo de São Vicente entre as armadas portuguesa e castelhana.

A armada portuguesa era comandada pelo almirante genovês ao serviço de Portugal, Manuel Passanha ou Pessanha, que tinha sido contrato pelo rei D. Dinis com o objetivo de reorganizar as muito incipiente forças navais portuguesas.

Esta batalha resultou numa derrota portuguesa e na prisão do almirante que só foi libertado em 1339, nunca tendo esquecido nem perdoado esta humilhação.

Personalidade nascida neste dia

No dia 21 de julho de 1941 nasceu Diogo Pinto de Freitas do Amaral na Póvoa de Varzim.

É um destacado professor universitário, jurisconsulto e político português.

Foi fundador do Centro Democrático Social (CDS), fez parte do governo de Francisco Sá Carneiro com a coligação da Aliança Democrática ocupando as funções de vice-primeiro-ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros.

Assumiu a chefia do governo entre 4 de dezembro de 1980 e 9 de janeiro de 1981 depois da morte do primeiro-ministro em Camarate.

Em 1986 foi candidato à presidência da república, apoiado pelo PSD e CDS, tendo perdido para Mário Soares na segunda volta depois de ter ganho a primeira.

É importante destacar que nos anos de 1995 e 1996 foi Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, o cargo mais importante até então ocupado por um português naquela organização internacional.

Foi novamente ministro dos Negócios Estrangeiros entre 12 de março de 2005 e 1 de julho de 2006 no governo liderado por José Sócrates.

Tem algumas dezenas de obras publicadas desde 1965 até à atualidade.

diogo_freitas_amaral

Anúncios

6 de janeiro de 1971

6 de janeiro de 1971

Neste dia aconteceu em plena época marcelista a primeira reunião plenária das conversações exploratórias entre Portugal e a Comunidade Económica Europeia (CEE), para a adesão do nosso país a esta organização.

Este processo culminou com a entrada formal de Portugal na CEE em 1986.

Personalidade nascida neste dia

O historiador, professor universitário, político e comentador José Álvaro Machado Pacheco Pereira nasceu no Porto no dia 6 de janeiro de 1949.

A sua atividade política começou no Partido Comunista Português, mas foi deputado pelo Partido Social Democrata durante quatro legislaturas entre 1987 e 2011.

Além de professor universitário e comentador, tem feito ao longo destas décadas uma recolha sistemática de informação sobre a vida política portuguesa, tendo provavelmente a maior biblioteca privada portuguesa com cerca de 110 000 títulos.

A sua obra é demasiado vasta para ser referida aqui, mas saliento a biografia de Álvaro Cunhal, da qual já foram publicados alguns volumes.

pacheco-pereira