10 de julho de 1499

10 de julho de 1499

Neste dia o navegador Nicolau Coelho foi o primeiro a chegar ao rio Tejo em Lisboa e informar o reino da descoberta do caminho marítimo para a Índia.

Foi ao comando da nau Bérrio que fez parte da armada de Vasco da Gama.

A sua chegada a Lisboa foi vivida com grande alegria e o rei D. Manuel I recompensou-o devidamente.

Personalidade nascida neste dia

No dia 10 de julho de 1925 nasceu o grande divulgador do cinema de animação e da banda desenhada em Portugal, de seu nome Vasco de Oliveira Granja.

Marcou diversas gerações, designadamente através dos programas transmitidos pela RTP através dos quais dava a conhecer filmes de animação realizados pelo mundo inteiro.

Morreu no dia 4 de maio de 2009 com 83 anos.

vascogranja2b

 

21 de abril de 1500

21 de abril de 1500

Neste dia foi avistado pela primeira vez o Brasil por europeus, ou seja, foi o dia em que a armada de Pedro Álvares Cabral viu as terras de Vera Cruz.

Este evento está registado na Carta de Pêro Vaz de Caminha ao rei D. Manuel I.

Personalidade nascida neste dia

O engenheiro agrónomo e apresentador do TV Rural, José Carlos Souto de Sousa Veloso, nasceu em Lisboa no dia 21 de abril de 1926.

As emissões deste programa iniciaram-se no dia 6 de dezembro de 1960 e o entusiasmo e talento do Eng.º Sousa Veloso tornaram o TV Rural um sucesso.

Este sucesso durou 1500 horas de emissão até 15 de setembro de 1990.

O Eng.º Sousa Veloso, apesar das suas muitas qualidades e cultura acima da média, era um homem muito humilde e terminava os seus programas sempre com a mesma frase:

Despeço-me com amizade, até ao próximo programa

No dia 9 de maio de 1991 recebeu a comenda da Ordem Civil do Mérito Agrícola e Industrial Classe Agrícola.

Morreu com 88 anos no dia 27 de novembro de 2014.

sousa-veloso271411

15 de abril de 1377

15 de abril de 1377

Nesta data chegou a Santarém uma embaixada do rei de Castela com o intuito de fazer uma aliança com Portugal contra o reino de Aragão.

Personalidade nascida neste dia

A cidade de Aveiro viu nascer no dia 15 de abril de 1902 um dos mais famosos jornalistas portugueses do século XX, Fernando Luís de Oliveira Pessa.

Iniciou a sua atividade de jornalista na Emissora Nacional que, pelo seu desempenho, deu origem a um convite da BBC para trabalhar na secção brasileira desta rádio inglesa.

Viveu em Londres durante os bombardeamentos da II Guerra Mundial e as suas crónicas tiveram uma grande popularidade neste período, para a qual também contribuiu a censura imposta em Portugal por António de Oliveira Salazar.

Realizou a primeira emissão da RTP em direto na Feira Popular de Lisboa, mas só no dia 1 de janeiro de 1976 entrou para os quadros desta operadora de televisão, ostentando já 74 anos.

Ficaram célebres os seus bilhetes postais, que denunciavam situações menos simpáticas do quotidiano português, e que terminavam invariavelmente com a expressão E esta, hein?.

O seu trabalho como correspondente durante a II Guerra Mundial valeu-lhe a distinção com a Ordem do Império Britânico e em Portugal foi agraciado com a comenda da Ordem do Infante D. Henrique (13 de julho de 1981) e com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Mérito (10 de junho de 1991).

Reformou-se em 1995 com 93 anos e morreu no dia 29 de abril de 2002, poucos dias depois de ter completado 100 anos de vida.

2014-04-28-fernando-pessa

1 de abril de 1997

1 de abril de 1997

Neste dia Portugal assume a Presidência do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Este órgão tem como principal mandato zelar pela segurança e pela paz internacional.

Personalidade nascida neste dia

No dia 1 de abril de 1964 nasceu na Beira, África Oriental Portuguesa, o jornalista, correspondente de guerra, professor universitário e escritor português, José António Afonso Rodrigues dos Santos.

Em 2016 foi eleito o melhor escritor português por uma votação de cerca de 28 000 cidadãos lusos.

Tem uma carreira vasta como jornalista com passagens pela BBC, por diversos teatros de guerra e pela RTP onde trabalha atualmente.

Apresenta uma vertente de romancista com cerca de uma vintena de obras publicadas, sendo consideradas as Crónicas de guerra como a sua Magnum opus.

Em 2009 recebeu o Prémio do Clube Literário do Porto.

jose-rodrigues.jpg