Analisar, corrigir e aprender

Os números desta epidemia em Portugal não mostram abrandamento e temos assistido a tentativas desesperadas para encontrar culpados e que têm redundado em fracassos, dado que sempre se encontra um alegado culpado pela não diminuição dos números rapidamente se percebe que afinal não era “ele” e há que encontrar outro para “entreter” as notícias e […]