18 de julho de 1956

18 de julho de 1956

Neste dia foi publicado o Decreto-Lei n.º 40690 que institui os estatutos da Fundação Calouste Gulbenkian e marca oficialmente o início da sua atividade.

gulbenkian_20160720_pf

A sua criação resulta do testamento do arménio Calouste Gulbenkian que deixou os seus bens a Portugal sob a forma desta fundação e que tem sido um baluarte da cultura e da educação em Portugal nos mais diferentes domínios.

São muitos os estudantes e os artistas que iniciaram a sua atividade com apoios desta fundação, que num verdadeiro sentido público contribui para o enriquecimento cultural de Portugal.

Personalidade nascida neste dia

No dia 18 de julho de 1633 nasceu D. João de Mascarenhas, 2.º conde da Torre e 1.º marquês da Fronteira.

Este título de marquês da Fronteira foi-lhe atribuído por D. Pedro II no dia 7 de janeiro de 1670 como recompensa por tê-lo apoiado contra D. Afonso VI e pelos seus feitos na Guerra da Restauração.

Foi também um homem de cultura tendo deixado as obras intituladas Relação das Províncias de Portugal, Títulos, Tribunais e Renas ReaisRelação das Coutadas e Casas de Campo dos Reis de Portugal.

D._João_Mascarenhas,_Marquês_de_Fronteira_(1633-1681),_1673-1675_-_Feliciano_de_Almeida_(Galleria_degli_Uffizi,_Florence).png

 

Anúncios

6 de junho de 1999

6 de junho de 1999

Neste dia foi inaugurado o Museu de Arte Contemporânea da Fundação de Serralves na cidade do Porto.

O edifício, projetado por Siza Vieira, está localizado no Parque de Serralves e é um espaço de referência internacional no âmbito da arte contemporânea.

A sua coleção permanente tem obras de artistas desde os finais da década de 60 do século XX até aos dias de hoje.

museu_serralves.jpg

Personalidade nascida neste dia

No dia 6 de junho de 1502 nasceu o rei de Portugal, D. João III, que teve os cognomes de O Piedoso ou O Colonizador.

O seu reinado durou quase 36 anos entre 13 de dezembro de 1521 e 11 de junho de 1557, dia da sua morte.

Herdou de seu pai, o rei D. Manuel I, um vasto império, tendo dado continuidade à política centralizadora do seu antecessor.

O seu reinado também ficou marcado pela negociação das ilhas Molucas com Espanha, pela aquisição das colónias de Diu, Bombaim ou Macau e pela chegada pioneira de um grupo de portugueses ao Japão em 1543. Ficou assim a presença portuguesa estendida entre Lisboa e Nagasaki.

Foi também durante o seu reinado que se iniciou a colonização efetiva do Brasil e se deu a introdução da Inquisição em Portugal em 1536.

Os seus dez filhos pereceram, pelo que após a sua morte subiu ao trono D. Sebastião, seu neto.

D._João_III_-_Cristóvão_Lopes_(attrib).png

13 de março de 1531

13 de março de 1531

Neste dia o militar e navegador português, Martim Afonso de Souza, chegou à Baía de Todos os Santos, local onde encontrou o náufrago português Caramuru.

Este navegador, que veio a ser o 12.º governador da Índia, tinha sido encarregue em 1530 de lutar contra os franceses, que exploravam o pau-brasil na costa brasileira, e de iniciar a colonização do Brasil.

Martins-Afonso-de-Souza

Personalidade nascida neste dia

Nasceu no dia 13 de março de 1922 o arquiteto, fotógrafo, pintor, designer, escritor e editor português, Victor Manuel Palla e Carmo, mais conhecido por Victor Palla.

Publicou com Costa Martins o livro de fotografia Lisboa, cidade triste e alegre, mais tarde reconhecido como uma das grandes obras de fotografia do século XX e a única obra portuguesa a ser reconhecida internacionalmente como tal.

A sua obra de pintura e fotografia está presente nas grandes coleções de arte portuguesas, como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Museu Coleção Berardo ou a Museu do Chiado.

O Centro Português de Fotografia atribuiu-lhe em 1999 o 1.º Prémio Nacional de Fotografia.

Morreu em 2006.

palla-12