18 de julho de 1956

18 de julho de 1956

Neste dia foi publicado o Decreto-Lei n.º 40690 que institui os estatutos da Fundação Calouste Gulbenkian e marca oficialmente o início da sua atividade.

gulbenkian_20160720_pf

A sua criação resulta do testamento do arménio Calouste Gulbenkian que deixou os seus bens a Portugal sob a forma desta fundação e que tem sido um baluarte da cultura e da educação em Portugal nos mais diferentes domínios.

São muitos os estudantes e os artistas que iniciaram a sua atividade com apoios desta fundação, que num verdadeiro sentido público contribui para o enriquecimento cultural de Portugal.

Personalidade nascida neste dia

No dia 18 de julho de 1633 nasceu D. João de Mascarenhas, 2.º conde da Torre e 1.º marquês da Fronteira.

Este título de marquês da Fronteira foi-lhe atribuído por D. Pedro II no dia 7 de janeiro de 1670 como recompensa por tê-lo apoiado contra D. Afonso VI e pelos seus feitos na Guerra da Restauração.

Foi também um homem de cultura tendo deixado as obras intituladas Relação das Províncias de Portugal, Títulos, Tribunais e Renas ReaisRelação das Coutadas e Casas de Campo dos Reis de Portugal.

D._João_Mascarenhas,_Marquês_de_Fronteira_(1633-1681),_1673-1675_-_Feliciano_de_Almeida_(Galleria_degli_Uffizi,_Florence).png

 

Anúncios

2 thoughts on “18 de julho de 1956

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s