26 de julho de 1582

26 de julho de 1582

Neste dia travou-se a Batalha Naval de Vila Franca, também conhecida por Batalha de Ponta Delgada.

Desembarcoislasterceiras.jpg

As forças leais a Filipe II de Espanha, Filipe I de Portugal, comandadas por Álvaro de Bazán e com tropas portuguesas e espanholas, infligiram uma derrota às forças leais a D. António Prior do Crato constituídas por tropas francesas, inglesas, das províncias unidas e portuguesas.

A batalha foi muito violenta, com mais de 2500 mortos e seguida de um enorme massacre em Vila Franca do Campo.

Personalidade nascida neste dia

No dia 26 de julho de 1820 nasceu em Lisboa a cantora portuguesa de fado e considerada a sua mítica fundadora, Maria Severa Onofriana.

Era filha de Severo Manuel e de Ana Gertrudes e dona de uma beleza exótica atribuída à sua ascendência cigana do lado paterno.

Tal como a mãe, foi prostituta mas a sua beleza e maneira de cantar trouxeram-lhe alguma notoriedade nomeadamente com alguns amantes conhecidos. Destes destaca-se o conde de Vimioso, D. Francisco de Paula de Portugal e Castro.

Morreu muito jovem no dia 30 de novembro de 1846 e foi sepultada no cemitério do Alto de S. João numa vala comum sem caixão.

Reza a história que as suas últimas palavras foram Morro sem nunca ter vivido.

Maria_Severa_-_Fado-Sängerin

 

1 de julho de 1867

1 de julho de 1867

Neste dia Portugal aboliu formalmente a pena de morte, tendo sido o segundo estado da Europa moderna a fazê-lo a seguir ao Grão-Ducado da Toscana.

Esta abolição aplicava-se apenas aos crimes civis, ou seja, manteve-se no Código de Justiça Militar.

A Constituição Portuguesa considera atualmente a pena de morte um ato proibido e ilegal (alínea 2 do artigo 24.º).

Personalidade nascida neste dia 

No dia 1 de julho de 1920 nasceu a maior fadista portuguesa, de seu nome Amália da Piedade Rodrigues.

A sua notoriedade garantiu-lhe a presença no Panteão Nacional, monumento onde jazem os portugueses mais ilustres.

É impossível fazer uma descrição resumida da carreira artística de Amália Rodrigues, dada a sua variedade e grandeza.

Contudo, impõe-se destacar que uma das suas grandes contribuições para o fado foi ter cantado poemas dos grandes autores portugueses como Luís de Camões, David Mourão Ferreira ou José Carlos Ary dos Santos, para mencionar apenas alguns.

Foi artista de revista e de cinema, além de enorme fadista.

Deu inúmeros espetáculos em Portugal e no estrangeiro e granjeou uma notoriedade internacional difícil de equiparar.

O reconhecimento nacional e internacional traduziu-se nas cinco condecorações nacionais das ordens honoríficas de Sant’Iago da Espada e do Infante D. Henrique e nas cinco condecorações de ordens estrangeiras de países como França, Líbano e Espanha.

Morreu repentinamente no dia 6 de outubro de 1999 na sua casa de Lisboa depois de ter regressado de férias da sua casa no litoral alentejano.

amalia-rodrigues

 

29 de junho de 2004

29 de junho de 2004

Neste dia José Manuel Durão Barroso tornou-se o 12.º Presidente da Comissão Europeia e o primeiro português a ocupar este cargo.

Sucedeu a Romano Prodi e manteve-se nestas funções durante dois mandatos, após os quais foi agraciado com o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique, honra reservada apenas a chefes de estado.

Personalidade nascida neste dia

No dia 29 de junho de 1941 nasceu em Lisboa o fadista português Rodrigo Ferreira Inácio, mais conhecido por Rodrigo.

É um fadista popular, com vasta obra musical publicada e caraterizado por ter um estilo muito próprio, designado por estilado na linguagem própria do fado.

Rodrigo Studio Session
Paco de Arcos, PORTUGAL: Studio session with Fado singer Rodrigo for his upcoming record in Paco de Arcos, Tuesday, Sep. 14, 2010.

27 de maio de 1128

27 de maio de 1128

Neste dia D. Afonso Henriques garantiu o apoio de D. Paio Mendes, arcebispo de Braga, ao confirmar e ampliar o couto de Braga, dando-lhe também o couto da Lapela, o Castelo de Penafiel de Bastanço, as mercês de capelão-mor e chanceler-mor da Cúria Régia, assim como o direito de cunhagem.

Refira-se que D. Paio Mendes era um fervoroso adepto da causa do infante D. Afonso Henriques contra a sua mãe, D. Teresa, tendo sido um dos seus conselheiros mais importantes.

Personalidade nascida neste dia

No dia 27 de maio de 1918 nasceu Álvaro Augusto Martins dos Santos, intérprete de guitarra portuguesa, compositor e letrista.

Acompanhou os grandes nomes do fado (Amália Rodrigues, Fernando Farinha, Fernando Maurício e Tristão da Silva, entre outros) e deixou mais de 100 trabalhos editados, embora não seja um nome muito conhecido por ter feito grande parte da carreira no Porto.

Começou a tocar guitarra portuguesa aos cinco anos de idade na barbearia do pai e dizia que era barbeiro de profissão e guitarrista de paixão.

Um familiar de Álvaro Martins, de seu nome André Almeida Rodrigues, produziu e realizou em 2015 um documentário sobre este artista intitulado O Barbeiro Guitarrista.

Álvaro Martins morreu com 85 anos no dia 8 de novembro de 2003 na sua terra natal, Padrão da Légua.

alvaro_martins_guitarrista

 

 

7 de maio de 1834

7 de maio de 1834

Neste dia foi extinta a Casa dos Vinte e Quatro criada em Lisboa por D. João, futuro rei de Portugal, no dia 16 de dezembro de 1383.

Esta casa foi extinta com a chegada do liberalismo e da monarquia constitucional em Portugal.

Refira-se que esta estrutura, inicialmente criada apenas em Lisboa, mas mais tarde alargada a outras cidades de Portugal e do império, era composta por representantes das corporações de ofícios e era um órgão com poder deliberativo.

Personalidade nascida neste dia

No dia 7 de maio de 1928 nasceu na capital de Portugal o fadista D. Vicente Maria do Carmo de Noronha da Câmara.

Nascido dentro de uma familia aristocrata, teve uma educação muito ligada ao fado, com destaque da sua tia, D. Maria Teresa de Noronha.

Apesar das suas origens aristocráticas, considera que o fado é uma música pobre e que na pobreza reside a riqueza, a grandeza, a liberdade e o valor.

A sua ideia sobre a aristocracia ficou vincada na seguinte frase:

O que é a aristocracia? A aristocracia tanto pode estar no povo como noutra coisa qualquer. (…) O aristocrata é aquele que sobressaiu.

Além da medalha de mérito municipal da Câmara Municipal do Cartaxo atribuída em 2013, recebeu no dia 27 de novembro do mesmo ano a comenda da Ordem do Infante D. Henrique.

vicentedacamara.jpg

25 de fevereiro de 1869

25 de fevereiro de 1869

Neste dia foi publicada a lei que aboliu a escravatura em todo o império português.

Aliás, Portugal foi um país pioneiro na abolição da escravatura quando no reinado de D. José I, o marquês de Pombal decretou a 12 de fevereiro de 1761 a eliminação da escravatura na metrópole e na Índia.

O processo que culminou com a lei de 25 de fevereiro de 1869 teve ainda como etapas a abolição do tráfico de escravos no império português em 1836, a libertação dos escravos do Estado em 1854 e os da Igreja em 1856.

Personalidade nascida neste dia

No dia 25 de fevereiro de 1891 nasceu em Lisboa o fadista Alfredo Rodrigo Duarte, mais conhecido por Alfredo Marceneiro. Este epíteto vem da profissão que aprendeu, tendo trabalhado, por exemplo, nos estaleiros da CUF a fazer móveis para os navios.

Este fadista tinha uma voz inconfundível e criou um estilo próprio de cantar o fado.

Casa da Mariquinhas é um dos seus fados mais famosos.

Reformou-se da carreira artística em 1963 com um grande festa de despedida no Teatro São Luiz.

Morreu no dia 26 de junho de 1982 na mesma freguesia que o viu nascer, Santa Isabel.

O General Ramalho Eanes condecorou este fadista postumamente no dia 30 de julho de 1984 com o grau de Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

alfredo_marceneiro

 

 

21 de dezembro de 1471

21 de dezembro de 1471

Neste dia os navegadores portugueses João de Santarém e Pêro Escobar chegaram ao atual arquipélago de S. Tomé e Príncipe.

A data da descoberta é um assunto polémico, que embora não seja suportada por nenhuma base documental, considera-se como o dia oficial. A polémica reside na convição de autores como Luís de Albuquerque ou Duarte Pacheco Pereira, que consideram a data da descoberta como posterior a 1480.

Personalidade nascida neste dia

No dia 21 de dezembro de 1939 nasceu em Lisboa o fadista português Carlos do Carmo de Ascenção de Almeida, mais conhecido por Carlos do Carmo.

É filho de Alfredo de Almeida, proprietário da casa de fados O Faia, e de Lucília do Carmo, fadista portuguesa muito popular.

Carlos do Carmo é um nome incontornável do fado e tem uma carreira recheada de atuações nas salas mais importantes do mundo.

É comendador da Ordem do Infante D. Henrique, honra que lhe foi concedida no dia 4 de setembro de 1997.

Em 2014 ganhou um Grammy obtido na categoria de “Lifetime Achievment”.

Dada a extensão e dimensão artística da sua obra é impossível fazer referências específicas num texto tão curto.

Carlos-do-Carmo

 

 

20 de dezembro de 1838

20 de dezembro de 1838

Neste dia Almeida Garrett foi nomeado cronista-mor do reino de Portugal, assumindo assim a responsabilidade de redigir a história do reinado de D. Maria II.

240px-Almeida_Garrett_por_Guglielmi

Recorda-se que o cargo de cronista-mor foi instítuido pelo rei D. Duarte, que designou Fernão Lopes em 1434 para ocupar esta posição.

Refira-se ainda que Almeida Garrett, logo após a sua nomeação, organizou no início de 1839 um curso de leituras públicas da história, sendo que em 1840 este curso versou a “história política, literária e científica de Portugal no século XVI”.

Personalidade nascida neste dia

No dia 20 de dezembro de 1928 nasce na cidade do Barreiro o fadista português Fernando Tavares Farinha, conhecido como o Miúdo da Bica.

Começou a cantar o fado com nove anos de idade e aos 11, com uma autorização especial, tornou-se fadista profissional depois da morte do seu pai. Deste modo, pode contribuir para o sustento familiar.

Apresentou-se como fadista em vários países do mundo e recebeu diversos prémios, dos quais se destaca a atribuição do galardão da Voz mais portuguesa de Portugal pela Rádio Peninsular em 1957.

Morreu no dia 12 de fevereiro de 1988.

fernando_farinha

16 de dezembro de 1852

16 de dezembro de 1852

Nesta data é criado o Instituto Agrícola de Portugal e Escola Regional de Lisboa, que constituem as raízes do atual Instituto Superior de Agronomia.

A lei que criou estas instituições determinava os seguintes diferentes graus de ensino:

“1. O ensino mechanico ou de officio para os homens do campo, ganha-pães ou jornaleiros, verdadeiros instrumentos de lavoura;
2. O ensino artistico ou secundário, já mais elevado, ao mesmo tempo prático e theorico, com destino a feitores ou chefes de culturas;
3. O ensino superior e scientifico, principalmente destinado a agronomos, individuos com preparação mais completa e estudo desenvolvido, habilitados a dirigir as grandes explorações agrícolas.”

Atualmente, o Instituto Superior de Agronomia, integrado na Universidade de Lisboa, é a maior instituição portuguesa no estudo das ciências agrícolas.

Personalidade nascida neste dia

A cidade de Lourenço Marques, atual Maputo, viu nascer a fadista portuguesa Marisa dos Reis Nunes no dia 16 de dezembro de 1973.

O seu gosto pelo fado foi-lhe incutido pelo pai que ouvia esta canção de forma incessante. Cantou pela primeira vez em público com sete anos de idade na casa de fado Adega Machado.

A sua carreira, apesar de curta, conta com a produção de oito CD’s, com diversos álbuns de platina.

Já foi agraciada com inúmeros prémios e nomeações, destacando-se a medalha de Chevalier de l’Ordre des Arts et des Lettres atribuída pelo ministro da Cultura de França, Frédéric Mitterrand, em 2010.

mariza

7 de novembro de 1716

7 de novembro de 1716

Neste dia, o papa Clemente XI eleva Lisboa à condição de Patriarcado através da bula In Suprema Apostolatus solio.

No seguimento deste ato papal, a cidade de Lisboa e o território da diocese foram divididos em duas partes: o Patriarcado de Lisboa Ocidental com sede na Capela Real e o arcebispado de Lisboa Oriental com sede na antiga Sé de Lisboa.

O primeiro Patriarca de Lisboa foi D. Tomás de Almeida.

D__Tomás_de_Almeida_(1670-1754)

Atualmente, o Patriarcado de Lisboa, dirigido por D. Manuel Clemente, engloba o Distrito de Lisboa e a região sul do Distrito de Leiria, abrangendo mais de 2 milhões de católicos e com quase 500 sacerdotes.

O Patriarcado de Lisboa tem como catedral a Sé Patriarcal de Lisboa com o santo padroeiro São Vicente de Saragoça.

Personalidade nascida neste dia

No dia 7 de novembro de 1918 nasceu D. Maria Teresa do Carmo de Noronha, que viria a ser uma das grandes fadistas portuguesas.

Era oriunda de famílias aristocráticas, sendo o seu pai o 430.º Sócio do Clube Tauromáquico. Pelo lado paterno era bisneta do 2.º conde de Parati e do 3.º conde de Belmonte. Pelo lado materno, era descendente dos Condes dos Arcos.

Foi casada com José António Barbosa de Guimarães Serôdio, 3.º conde de Sabrosa, e deste casamento não resultou qualquer descendência.

Revelou desde muito cedo a sua aptidão para o fado, tendo atuado por diversas vezes na Emissora Nacional onde teve um programa denominado Fados e Guitarradas, que acaba por sua vontade em 1961.

No estrangeiro teve um êxito estrondoso no Hotel Ritz de Madrid num concerto realizado a pedido do governo espanhol, atuou na BBC em 1964 e no Mónaco para Grace Kelly e Rainier III.

O seu estilo de cantar o fado era muito próprio e criou escola.

Morreu no dia 4 de julho de 1993 em São Pedro de Sintra.

maria_teresa_noronha