17 de junho de 1665

17 de junho de 1665

Nesta data travou-se a Batalha de Montes Claros entre os exércitos português e espanhol.

O desfecho final teve uma vitória portuguesa com um exército de 20 500 homens comandados pelo Marquês de Marialva e pelo Conde de Galveias, impedindo a destruição do Paço dos Duques de Bragança em Vila Viçosa.

Esta vitória mostrou ao Mundo que a conquista de Portugal era uma tarefa muito complicada e abriu caminho à assinatura com Espanha do tratado de paz definitivo.

Personalidade nascida neste dia

No dia 17 de junho de 1658 nasceu em Tavira o diplomata e estadista português, Diogo de Mendonça Corte-Real.

Foi um homem com uma inteligência extraordinária, tendo servido em diversos países como diplomata o rei D. Pedro II e, aquando da ascenção ao trono de D. João V, tornou-se seu secretário de estado a 27 de abril de 1707.

Manteve-se nestas funções até à data da sua morte repentina em 9 de maio de 1736.

Diogo_de_Mendonça_Corte_Real

 

Anúncios

8 de junho de 1663

8 de junho de 1663

Neste dia travou-se a Batalha do Ameixial, que opôs os exércitos português e espanhol e terminou com a vitória lusa.

Batalha_do_Ameixal

As forças espanholas, com 26 000 homens, eram comandadas por D. João José de Áustria e as forças portuguesas estavam sob o comando do Conde de Vila Flor, D. Sancho Manoel, auxiliado pelos condes de Schomberg e da Ericeira, entre outros.

O exército português com os seus 22 000 homens infligiu uma pesada derrota aos espanhóis e que resultou em 10 000 mortos, feridos e prisioneiros espanhóis e apenas cerca de 1000 mortos e feridos do lado português.

Esta batalha é considerada por muitos historiadores como a mais importante da Guerra da Restauração.

Personalidade nascida neste dia

No dia 8 de junho de 1521 nasceu D. Maria, infanta de Portugal e duquesa de Viseu, que era filha do rei D. Manuel I e da sua terceira mulher, Leonor da Áustria.

Foi descrita por João de Barros como uma mulher culta, digna e séria e muito parecida com a sua mãe em termos de personalidade.

Era uma amante e patrona das artes, tendo chegado a ser a mulher mais rica de Portugal.

O escritor francês, Pierre de Brantôme, escreveu sobre ela a seguinte frase:

Je l’ai veue à Lisbonne en l’age de quarante cinq ans, une três belle et agréable fille, de bonne grace et belle apparence douce et agréable.

Nunca chegou a casar, apesar dos muitos pretendentes que teve e das oito propostas de casamento. Refira-se ainda que o facto de ser muito rica também poderá ter sido um impedimento para o seu casamento, uma vez que o tesouro real não teria dinheiro para um dote adequado à sua elevada fortuna.

Morreu no dia 10 de outubro de 1577 e jaz sepultada na Igreja de Nossa Senhora da Luz em Carnide, Lisboa.

Maria_von_Portugal,_Anthonis_Mor

 

 

7 de junho de 1494

7 de junho de 1494

Neste dia foi assinado na povoação espanhola de Tordesilhas o tratado com o nome desta localidade e que dividiu entre os reinos de Portugal e Espanha as terras descobertas e por descobrir fora da Europa.

Treaty_of_Tordesillas.jpg

Neste tratado a linha de demarcação era o meridiano que estava a 370 léguas da ilha de Santo Antão no arquipélago de Cabo Verde.

Este documento foi mais tarde complementado pelo Tratado de Saragoça que, na sequência da questão das ilhas Molucas, definiu o antimeridiano para dividir a outra parte do mundo.

Os documentos originais podem ser vistos no arquivo nacional da Torre do Tombo ou no Arquivo General de Índias em Espanha.

Personalidade nascida neste dia

No dia 7 de junho de 1837 nasceu em Macau o 2.º barão do Cercal, António Alexandrino de Mello.

Era Fidalgo da Casa Real e engenheiro de profissão, tendo sido o autor dos projetos do Palácio do Governo, do Hospital de São Januário e da Capitania dos Portos, por exemplo.

Em Macau exerceu também as funções de cônsul de Itália, França, Brasil e Bélgica.

Morreu no dia 27 de maio de 1885.

antonio_alexandrino_mello

3 de junho de 2003

3 de junho de 2003

Neste dia a escritora e poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen recebeu o Prémio Rainha Sofia de Poesia Iberoamericana, tornando-se na primeira personalidade portuguesa a recebê-lo.

Este prémio só voltou a ser atribuido a uma personalidade portuguesa em 2013, mais concretamente ao poeta e professor universitário, Nuno Júdice.

Refira-se ainda que este prémio, com um valor de cerca de 40 000 euros, é decidido pelo Património Nacional de Espanha e pela Universidade de Salamanca.

Personalidade nascida neste dia

No dia 3 de junho de 1912 nasceu Luís Egas da Câmara Pinto Coelho, advogado, professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e Embaixador de Portugal em Madrid.

Foi ainda deputado à Assembleia Nacional entre 1945 e 1949, além de ter exercido cargos de dirigente em diversas organizações como a Tobis Portuguesa ou a Junta Diretiva da Causa Monárquica.

Nos anos de 1961 a 1968 foi embaixador de Portugal em Madrid, tendo pedido a demissão por razões pessoais.

Publicou diversas obras na área do direito, além de ter traduzido algumas obras de autores italianos.

Foi feito Oficial da Ordem da Instrução Pública a 24 de outubro de 1936, Comendador da Ordem Militar de Cristo a 26 de abril de 1946, recebeu a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública a 24 de janeiro de 1952 e a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique a 8 de fevereiro de 1967. Foi ainda feito Oficial da Ordem de Cisneros em Espanha.

Morreu em Lisboa no dia 4 de julho de 1995.

luis_camara_pinto_coelho

26 de maio de 1644

26 de maio de 1644

Neste dia os exércitos português e espanhol defrontaram-se na Batalha do Montijo na província de Badajoz.

O exército português com 6000 homens, 1100 cavaleiros e 7 canhões era comandado por Matias de Albuquerque e o exército espanhol, comandado pelo Marquês de Terrecusa, era constítuido por 6000-7000 homens, 2100-2500 cavaleiros e 4-6 canhões.

Batalha_do_Montijo

A vitória portuguesa causou grande espanto e foi motivo de grande júbilo em Lisboa.

Personalidade nascida neste dia

No dia 26 de maio de 1920 nasceu Ruben Alfredo Andresen Leitão, escritor, romancista, ensaísta, historiador e crítico literário, mais conhecido por Ruben A.

Exerceu diversas ocupações profissionais como professor no King’s College em Londres de 1947 a 1951 e funcionário da embaixada do Brasil em Lisboa entre 1954 e 1972.

Foi ainda administrador da Imprensa Nacional-Casa da Moeda e diretor-geral dos Assuntos Culturais do Ministério da Educação e Cultura.

A sua maior obra foi A Torre de Barbela publicada em 1965.

Morreu no dia 23 de setembro de 1975.

ruben_a

 

 

4 de maio de 1493

4 de maio de 1493

Nesta data foi editada a primeira bula do papa Alexandre VI, com o nome Inter cætera que significa “entre outros (trabalhos)”.

Esta bula determinava a divisão do mundo entre Portugal e Espanha, traçando um meridiano situado 100 léguas a oeste de Cabo Verde, sendo que os territórios a leste deste meridiano pertenceriam a Portugal.

Contudo, estes termos não foram do agrado do reino lusitano, pelo que para solucionar esta divergência foi negociado no ano seguinte o Tratado de Tordesilhas.

Personalidade nascida neste dia

A capital portuguesa viu nascer no dia 4 de maio de 1966 a soprano portuguesa Teresa Maria Monteiro Cardoso de Meneses.

É considerada pelos críticos como uma das mais talentosas cantoras portuguesas com inúmeras participações em diferentes óperas.

Tem três obras publicadas em CD: Je veux vivre (árias de ópera), Alleluia (árias sacras) e Upon a Star (canto e harpa).

TERESA-MENEZES-Melodias-Mundo

28 de abril de 1886

28 de abril de 1886

Neste dia foi inaugurado o monumento à libertação de Portugal do domínio espanhol em 1 de dezembro de 1640.

Este monumento, que consiste num obelisco com 30 metros de altura, foi custeado por subscrição pública aberta em Portugal e no Brasil.

A autoria do monumento é de António Tomás da Fonseca, de José Simões de Almeida (execução das estátuas do lado norte) e de Alberto Nunes (execução das estátuas do lado sul).

A sua construção foi da responsabilidade de Sérgio Augusto de Barros.

restauradores

Personalidade nascida neste dia

No dia 28 de abril de 1568 nasceu em Vila Viçosa o 7.º duque de Bragança, D. Teodósio II.

Foi feito pagem do rei D. sebastião que, estimando tanto a sua presença, levou-o para Alcácer-Quibir com apenas 10 anos.

Durante a batalha só abandonou a companhia do rei quando este, vendo a situação a ficar muito grave, determinou a sua retirada.

Contudo, D. Teodósio fugiu à primeira oportunidade para a frente de combate tendo acabado por ser ferido e capturado pelos marroquinos.

A sua bravura impressionou tanto o rei de Marrocos que o deixou regressar a casa, via Espanha, em agosto de 1579.

As suas aspirações ao trono de Portugal, depois da morte do Cardeal-Rei Henrique de Portugal em 1580, foram frustradas pelo início da dinastia filipina.

Morreu na localidade onde nasceu no dia 29 de novembro de 1630.

210px-Teodósio_II.png

23 de abril de 1982

23 de abril de 1982

Este dia ficou marcado pela apresentação de exigências por parte de Portugal à NATO para aceitar a adesão de Espanha a esta organização internacional.

Entre as exigências portuguesas constava a recusa na existência de um comando unificado das Forças Armadas dos dois países ibéricos.

Personalidade nascida neste dia

No dia 23 de abril de 1185 nasceu em Coimbra o terceiro rei de Portugal, D. Afonso II.

Teve como cognomes o Gordo, o Crasso ou o Gafo, por força da doença que o terá afetado.

O seu reinado ficou caraterizado pela criação das primeiras leis escritas e pelas primeiras cortes com representantes do clero e da nobreza. O estilo de governação deste rei caraterizou-se também pela ausência de tendências belicistas, apesar do exército português ter desempenhado um papel significativo na batalha de Navas de Tolosa ao lado dos castelhanos, aragoneses e franceses contra os muçulmanos.

Outro aspeto relevante do seu reinado foi o conflito com o papa, que lhe valeu a excomunhão, retirada apenas quando D. Sancho II, o seu sucessor, conseguiu resolver o diferendo com a Igreja.

O rei D. Afonso II morreu em Santarém no dia 25 de março de 1223 e jaz sepultado no Mosteiro de Alcobaça.

Afonso_II_Portugal

17 de março de 1939

17 de março de 1939

Neste dia foi assinado o Tratado de Amizade e Não Agressão Luso-Espanhol, mais conhecido pelo Pacto Ibérico.

Este tratado foi assinado pelo Presidente do Conselho de Ministros de Portugal, António de Oliveira Salazar, e pelo embaixador de Espanha, Nicolás Franco.

Este documento que veio a ter um protocolo adicional assinado no dia 29 de julho de 1940 teve um papel determinante na criação de um bloco ibérico neutro e que aproximou a Espanha dos Aliados durante a Segunda Guerra Mundial.

Personalidade nascida neste dia

A cidade de Lisboa viu nascer no dia 17 de março de 1888 o primeiro piloto aviador civil português, Luís Maria de Noronha.

Obteve o seu brevet (n.º 1187) no Aero Club de França em 1913.

Foi um dos grandes incentivadores da aviação nacional, promovendo a constituição de escolas aeronáuticas.

Morreu no dia 24 de junho de 1913.

rua-dom-luis-maria-de-noronha-o-primeiro-piloto-aviador-civil-portuguc3aas-tinha-o-brevet-nc2ba-1187-do-aero-club-de-franc3a7a-1913

 

 

11 de março de 1778

11 de março de 1778

Neste dia foi assinado o Tratado de El Pardo entre a rainha de Portugal, D. Maria I, e o rei de Espanha, Carlos III.

Este tratado determinou da parte de Portugal a cedência de territórios em África no atual Gabão e da parte de Espanha a cedência do que é hoje grande parte da pampa gaúcha que foi anexada ao território do Brasil.

Personalidade nascida neste dia

No dia 11 de março de 1910 nasceu Jacinta de Jesus Marto, uma das três crianças que afirmou ter visto Nossa Senhora na Cova da Iria.

A pastorinha Jacinta morreu no dia 20 de fevereiro de 1920 no Hospital D. Estefânia em Lisboa depois de ter sido afetada pela gripe espanhola.

O papa João Paulo II beatificou-a e ao seu irmão Francisco no dia 13 de maio de 2000.

Jacinta-marto-fatima-portugal-1917