13 de agosto de 1647

13 de agosto de 1647

Nesta data o Padre António Vieira, no exercício das suas funções de diplomata, partiu numa missão secreta a França e Holanda.

Em França pretendia que fosse combinado o casamento entre o príncipe herdeiro, D. Teodósio, e a duquesa de Montpensier. Contudo, este plano falhou.

De seguida, partiu para a Holanda para tentar dirimir o conflito que opunha portugueses e holandeses no Nordeste brasileiro.

Personalidade nascida neste dia

Nasceu na cidade invicta no dia 13 de agosto de 1875 o jornalista, cronista, romancista, contista, político e historiador Carlos Malheiro Dias.

Foi um monárquico militante, tendo sido deputado entre 1897 e 1910, exilando-se voluntariamente no Brasil depois da implantação da república em Portugal.

Foi um dos fundadores da Academia Portuguesa de História e membro-correspondente da Academia Brasileira de Letras, sucedendo a Eça de Queiroz.

Aliás, Carlos Malheiro Dias é considerado um dos mais talentosos escritores portugueses da geração seguinte à do autor d’ Os Maias. Aquela que é considerada a sua maior obra, A verdade nua, foi publicada em 1916.

Morreu na capital portuguesa no dia 19 de outubro de 1941.

cmd1 001

 

4 de agosto de 1578

4 de agosto de 1578

Neste dia aconteceu uma das batalhas mais negras da história de Portugal, a batalha de Alcácer-Quibir, conhecida em Marrocos como a batalha dos Três Reis.

Esta batalha resultou numa derrota estrondosa das forças portuguesas comandadas pelo rei D. Sebastião, o país perdeu grande parte da sua nobreza e da sua capacidade económica com o dinheiro gasto nos resgates para reaver os prisioneiros de guerra.

Foi na sequência desta derrota que surgiu o mito do Sebastianismo com a alegada morte do rei português, mas acima de tudo contribuiu para o fim da Dinastia de Avis e o início da Dinastia Filipina em 1580 com a consequente perda da independência nacional até 1 de dezembro de 1640.

Personalidade nascida neste dia

Nasceu na cidade flaviense no dia 4 de agosto de 1745 aquele que viria a ser o primeiro conde de Linhares, D. Rodrigo Domingos de Sousa Coutinho Teixeira de Andrade.

Foi um diplomata e político português com grande preponderância nas áreas de administração do reino relacionadas com as finanças e os negócios estrangeiros.

Teve um papel preponderante na corte, que acompanhou até ao Brasil. Foi neste país que promoveu com grande empenho a criação da siderurgia em grande escala.

Morreu na cidade maravilhosa no dia 26 de janeiro de 1812.

Rodrigo_de_Sousa_Coutinho

 

19 de julho de 1717

19 de julho de 1717

Neste dia travou-se no mar Mediterrâneo no extremo sul da Grécia uma batalha naval entre uma armada de aliados cristãos e a armada do Império Otomano, que ficou conhecida como a Batalha de Matapão.

A armada cristã era constituída por forças de Portugal, da república de Veneza, da Ordem de Malta e dos Estados Pontifícios com 22 naus, 21 fragatas e 9 galés em contraponto com a armada otomana de 34 naus, 1 fragata e 24 galés.

A componente portuguesa dos aliados cristãos era comandada pelo almirante Lopo Furtado de Mendonça, o conde de Rio Grande. Tinha sete naus de guerra e quatro naves auxiliares, 526 canhões e 3480 homens.

O papel das forças portuguesas nesta batalha foi considerado um grande êxito diplomático para o rei D. João V projetando o reino português na Europa.

Refira-se que não terá sido alheia à participação portuguesa nesta batalha a eleição de D. António Manuel de Vilhena para grão-mestre da Ordem de Malta, papel que exerceu com grande distinção para ainda hoje ser considerado um dos mais importantes mestres desta ordem.

Personalidade nascida neste dia

No dia 19 de julho de 1885 nasceu Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches em Cabanas de Viriato.

Ficou conhecido por ter desafiado as ordens de António de Oliveira Salazar e, enquanto cônsul de Portugal em Bordéus, concedeu milhares de vistos de entrada em Portugal durante três dias e três noites a refugiados que queriam fugir de França em 1940 durante a ocupação Nazi.

A sua carreira diplomática é caraterizada por diversas situações que sempre o colocaram em posições menos ortodoxas e merecedoras de repreensão, além das constantes dificuldades financeiras em que vivia.

A sua desobediência às ordens de Salazar valeram-lhe um processo disciplinar que culminou com um ano de inatividade e direito a metade do seu salário habitual, seguido de aposentação.

Teve um final de vida muito atribulado, com muitas dificuldades financeiras, querelas familiares e acaba por morrer praticamente só no Hospital da Ordem Terceira na companhia de uam sobrinha.

O reconhecimento do seu valor aconteceu muito tarde, apesar de ter concedido vistos a pessoas como Otto de Habsburgo, filho de Carlos I, o último imperador austro-húngaro ou a Salvador Dali e sua mulher.

ariatides-principal

 

 

 

 

17 de junho de 1665

17 de junho de 1665

Nesta data travou-se a Batalha de Montes Claros entre os exércitos português e espanhol.

O desfecho final teve uma vitória portuguesa com um exército de 20 500 homens comandados pelo Marquês de Marialva e pelo Conde de Galveias, impedindo a destruição do Paço dos Duques de Bragança em Vila Viçosa.

Esta vitória mostrou ao Mundo que a conquista de Portugal era uma tarefa muito complicada e abriu caminho à assinatura com Espanha do tratado de paz definitivo.

Personalidade nascida neste dia

No dia 17 de junho de 1658 nasceu em Tavira o diplomata e estadista português, Diogo de Mendonça Corte-Real.

Foi um homem com uma inteligência extraordinária, tendo servido em diversos países como diplomata o rei D. Pedro II e, aquando da ascenção ao trono de D. João V, tornou-se seu secretário de estado a 27 de abril de 1707.

Manteve-se nestas funções até à data da sua morte repentina em 9 de maio de 1736.

Diogo_de_Mendonça_Corte_Real

 

3 de junho de 2003

3 de junho de 2003

Neste dia a escritora e poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen recebeu o Prémio Rainha Sofia de Poesia Iberoamericana, tornando-se na primeira personalidade portuguesa a recebê-lo.

Este prémio só voltou a ser atribuido a uma personalidade portuguesa em 2013, mais concretamente ao poeta e professor universitário, Nuno Júdice.

Refira-se ainda que este prémio, com um valor de cerca de 40 000 euros, é decidido pelo Património Nacional de Espanha e pela Universidade de Salamanca.

Personalidade nascida neste dia

No dia 3 de junho de 1912 nasceu Luís Egas da Câmara Pinto Coelho, advogado, professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e Embaixador de Portugal em Madrid.

Foi ainda deputado à Assembleia Nacional entre 1945 e 1949, além de ter exercido cargos de dirigente em diversas organizações como a Tobis Portuguesa ou a Junta Diretiva da Causa Monárquica.

Nos anos de 1961 a 1968 foi embaixador de Portugal em Madrid, tendo pedido a demissão por razões pessoais.

Publicou diversas obras na área do direito, além de ter traduzido algumas obras de autores italianos.

Foi feito Oficial da Ordem da Instrução Pública a 24 de outubro de 1936, Comendador da Ordem Militar de Cristo a 26 de abril de 1946, recebeu a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública a 24 de janeiro de 1952 e a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique a 8 de fevereiro de 1967. Foi ainda feito Oficial da Ordem de Cisneros em Espanha.

Morreu em Lisboa no dia 4 de julho de 1995.

luis_camara_pinto_coelho

21 de maio de 1662

21 de maio de 1662

Neste dia D. Catarina de Bragança, filha do rei D. João IV e de D. Luisa de Gusmão, casou-se com o rei de Inglaterra, Carlos II.

Por via deste casamento tornou-se rainha consorte de Inglaterra, Escócia e Irlanda.

Não foi uma rainha popular entre os ingleses pelo facto de ser católica, tendo deixado mesmo assim hábitos que perduram na cultura inglesa como o “chá das cinco” e a geleia de laranja.

Este casamento foi infeliz dado o caráter libidinoso de Carlos II de Inglaterra.

Personalidade nascida neste dia

No dia 21 de maio de 1940 nasceu António Victorino Goulart de Medeiros e Almeida, compositor, maestro, pianista, escritor e apresentador português.

A sua primeira obra foi composta quando tinha apenas cinco anos de idade.

Paralelamente à música desenvolveu diversas atividades na área da escrita, do teatro, do cinema e da televisão, além de ter sido sido adido cultural da Embaixada Portuguesa em Viena. Aliás, a sua atividade diplomática foi reconhecida pela república austríaca ao atribuir-lhe uma condecoração.

Em Portugal foi-lhe atribuída a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.

040320132303-94-AntnioVitorinoDAlmeida

 

13 de maio de 1917

13 de maio de 1917

Neste dia três crianças afirmaram ter visto Nossa Senhora, descrita como uma senhora mais branca que o sol e que lhes apareceu no cimo de uma azinheira, enquanto tomavam conta do rebanho na Cova da Iria, concelho de Ourém.

As três crianças eram Lúcia dos Santos, Francisco Marto e Jacinta Marto.

Fatima_children_with_rosaries

Seguiram-se mais algumas aparições até ao dia 13 de outubro do mesmo ano.

Estes acontecimentos foram redigidos pela Lúcia dos Santos, entretanto Irmã Lúcia, em quatro manuscritos intitulados Memórias I, II, III e IV.

As aparições de Fátima continuam a ser um fenómeno inexplicável e que todos os anos leva muitos fiéis a deslocarem-se ao Santuário erguido no local das aparições.

Personalidade nascida neste dia

No dia 13 de maio de 1699 nasceu Sebastião José de Carvalho e Melo, 1.º conde de Oeiras e Marquês de Pombal.

Foi um nobre, diplomata e estadista português, constituindo-se como umas das figuras mais controversas da história de Portugal.

Durante o reinado de D. João V foi representante diplomático de Portugal em Londres e em Viena.

Enquanto Secretário de Estado dos Negócios Interiores do Reino, cargo equivalente ao de primeiro-ministro, empreendeu diversas reformas como o fim da escravatura, dos autos de fé em Portugal e com a discriminação dos cristãos-novos.

Foi também o responsável pela criação da Real Mesa Censória.

Para a história ficou o seu papel na reconstrução de Lisboa depois do terramoto de 1755, o processo de execução sumária dos Távoras por alegada tentativa de regicídio e a expulsão dos jesuítas do império lusitano.

Morreu em Pombal no dia 8 de maio de 1782.

PL_Marques_Pombal.jpg

 

 

13 de abril de 1987

13 de abril de 1987

Neste dia em Pequim o primeiro-ministro português, Aníbal Cavaco Silva, e Zhao Ziyang, chefe do governo chinês, assinaram a Declaração Conjunta do Governo da República Portuguesa e do Governo da República Popular da China sobre a Questão de Macau, ou mais simplesmente a Declaração Conjunta Luso-Chinesa.

Este tratado internacional bilateral determinava que Macau era um território chinês sob administração portuguesa e que a sua soberania passaria definitivamente para a República Popular da China no dia 20 de dezembro de 1999.

Personalidade nascida neste dia

No dia 13 de abril de 1774 nasceu na Horta – Açores Sebastião de Arriaga, de seu nome completo Sebastião José de Arriaga Brum da Silveira.

Foi um militar português que atingiu no exército o posto de general de brigada.

Era avô de Manuel de Arriaga, o primeiro presidente da república portuguesa.

A sua família era bastante importante, o que se constata pelo facto do seu padrinho de batismo ter sido o Marquês de Pombal.

A sua carreira militar foi reconhecida com diversas condecorações portuguesas, britânicas e espanholas, tendo participado na Guerra Peninsular entre 1811 e 1814.

Também foi cavaleiro da Ordem da Torre e Espada e da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa.

Morreu no dia 8 de fevereiro de 1826 em Lisboa.

sebastiao_arriaga.jpg

22 de março de 1911

22 de março de 1911

Neste dia foi fundada a Universidade do Porto, com base em duas instituições de ensino superior criadas no século XIX: a Academia Politécnica e a Escola Médico-Cirúrgica.

InsigniaUP.png

Contudo, não deixam de ser fundamentais para a criação desta universidade a Aula de Náutica criada por D. José I em 1762 e a Aula de Debuxo e Desenho estabelecida pela rainha D. Maria I em 1779.

Personalidade nascida neste dia

No dia 22 de março de 1776 nasceu Miguel José de Arriaga Brum da Silveira.

Era formado em Leis pela Universidade de Coimbra e cedo foram reconhecidas as suas qualidades. Com efeito, tendo apenas 26 anos era nomeado Ouvidor das Justiças em Macau, ou seja, era a autoridade da Coroa Portuguesa neste território.

Integrou-se na perfeição na sociedade macaense, tendo inclusivamente aprendido a língua chinesa. Desempenhou um papel diplomático relevante no contexto das Guerras Napoleónicas ao impedir que os ingleses ocupassem Macau.

Ficou também registado o seu muito relevante papel na criação de uma esquadra que combateu com sucesso as atividades dos piratas chineses comandados pelo designado Tigre dos Mares.

O príncipe-regente D. João concedeu-lhe a alcaidaria-mor da ilha do Faial por ter conseguido que o imperador chinês restítuisse os privilégios comerciais aos portugueses, tendo sido feito cavaleiro da Ordem da Torre e Espada, cavaleiro da Ordem de Cristo e comendador da Ordem da Conceição, fidalgo cavaleiro da Casa Real e membro do Conselho de Sua Majestade Fidelíssima.

Morreu em Macau no dia 13 de dezembro de 1824.

Miguel_José_de_Arriaga_Brum_da_Silveira

 

 

5 de fevereiro de 1644

5 de fevereiro de 1644

Neste dia partiu de Lisboa uma embaixada ao Japão nomeada pelo rei D. João IV e chefiada pelo capitão Gonçalo Sequeira de Sousa.

embaixada_japao

O objetivo desta iniciativa diplomática era reatar as relações comerciais entre Portugal e o Japão.

O destino só foi atingido no dia 26 de julho de 1647 quando os galeões reais chegaram à vista de Nagasaki.

Contudo, o resultado final não foi o esperado uma vez que o imperador nipónico recusou qualquer relação com os portugueses.

Felizmente, os modos dignos e determinados dos portugueses permitiu-lhes cumprir a sua missão em paz apesar de não ter sido bem sucedida.

Personalidade nascida neste dia

No dia 5 de fevereiro de 1985 nasceu na Madeira aquele que é um dos melhores jogadores de futebol de sempre na história do desporto-rei.

Cristiano Ronaldo, de seu nome completo Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro, joga atualmente no Real Madrid depois de ter passado pelo Sporting Clube de Portugal, clube onde se formou e iniciou a sua carreira profissional, e pelo Manchester United de Inglaterra.

Os seus títulos individuais e coletivos são de tal forma numerosos que é impossível enumerá-los aqui.

Já foi condecorado por três vezes, tendo sido feito Oficial da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal no dia 5 de julho de 2004 e a 7 de janeiro de 2014 Grande-Oficial da mesma ordem. No dia 30 de agosto de 2006 foi-lhe atribuída a medalha de mérito da ordem de Nossa senhora da Conceição de Vila Viçosa de Portugal.

Ao serviço da seleção ganhou a medalha de prata no Euro-2004 organizado em Portugal.

CR7