9 de agosto de 1304

9 de agosto de 1304

Neste dia o rei de Portugal, D. Dinis, e os reis de Aragão e Castela assinaram o Tratado de Agreda para resolver dois conflitos entre Aragão e Castela que se sucederam à morte de Afonso X, o Sábio, em 1284.

Os conflitos estavam relacionados com a sucessão ao trono de Castela e Leão e com a demarcação das fronteiras entre os dois reinos, especialmente na área do antigo reino mouro de Múrcia.

O papel de árbitro do rei português é considerado por muitos historiadores determinante na pacificação das relações entre os reinos de Aragão e Castela.

Personalidade nascida neste dia

No dia 9 de agosto de 1914 nasceu em Silves a pintora e ilustradora portuguesa Maria Pires da Silva Keil do Amaral.

A sua obra, da corrente modernista, passou pela pintura, pelo desenho, pela ilustração e pelos azulejos, entre outros.

Aliás, é na arte do azulejo que assume um papel determinante, tendo iniciado os trabalhos no início da década de 50 do século XX.

São várias as estações do metropolitano de Lisboa que detêm as suas obras de azulejaria (Arroios, Alameda ou Roma, por exemplo).

Em 1980 vê a sua obra reconhecida com a atribuição da comenda da Ordem de Sant’Iago da Espada.

Morreu em Lisboa no dia de Portugal do ano de 2012 com quase 98 anos.

maria-keil-600x600

 

3 de julho de 1821

3 de julho de 1821

Depois da transferência da corte portuguesa para o Brasil para fugir das invasões napoleónicas, no dia 3 de julho de 1821 aconteceu o regresso a Lisboa depois de 13 anos naquele país.

Contudo, porque havia uma grande contestação ao afastamento da corte de Portugal durante este período, o regresso de D. João VI e respetivo séquito não teve o mesmo impacto junto da população comparativamente ao que tinha acontecido com a sua partida.

domjoaoviemportugal

Personalidade nascida neste dia

No dia 3 de julho de 1850 nasceu o compositor, poeta, pintor, arqueólogo e colecionador de arte, Alfredo Cristiano Keil.

Qualquer referência a esta personalidade tem que começar por mencionar que foi o compositor d’ A Portuguesa, atual hino nacional português e que surge depois do ultimato britânico em 1891.

A sua ascendência era alemã, de pai e mãe, tendo efetuado toda a sua educação básica na Alemanha, o que explica as influências do romantismo que ficaram patentes nas centenas de quadros que deixou.

Morreu na cidade alemã de Hamburgo no dia 4 de outubro de 1907.

alfredo-keil

 

10 de março de 1886

10 de março de 1886

Nesta data é assinado um tratado de comércio entre Portugal e o Estado Livre de Orange.

O Estado Livre de Orange era um estado boer independente da África do Sul na segunda metade do século XIX e que se tornou mais tarde numa província daquele país africano.

Personalidade nascida neste dia

No dia 10 de março de 1768 nasceu o pintor português Domingos António de Sequeira.

Era um homem de origens humildes, filho de um barqueiro. Recebeu a sua educação na Casa Pia e mais tarde frequentou o curso de Desenho e Figura na Aula Régia.

A rainha D. Maria I atribuiu-lhe uma pensão em 1788, que lhe permitiu partir para Roma e estudar na Academia Portuguesa desta cidade.

As suas obras ganharam diversos prémios concedidos pelas academias italianas.

Regressou a Lisboa em 1795. Foi pintor da corte e esteve junto dos franceses durante as invasões protagonizadas por Junot.

Em 1826 fixou-se em Roma, cidade onde morreu no dia 8 de março de 1837.

Deixou uma obra vasta considerada como a transição do Neoclassicismo para o Romantismo.

Domingos_sequeira

26 de janeiro de 1546

26 de janeiro de 1546

Neste dia o fidalgo e explorador português Brás Cubas fundou a vila de Santos no Brasil, hoje cidade.

BeneditoCalixto-BrasCubas.jpg

É a maior cidade do litoral paulista conhecida pelos seus 7 quilómetros de praia.

Panoramica_Santos

Personalidade nascida neste dia

A cidade de Lisboa viu nascer no dia 26 de janeiro de 1935 Maria Paula Figueiroa Rego, que é uma das maiores artistas de sempre da história portuguesa.

Radicou-se em Londres na década de 70 do século XX onde desenvolveu o seu enorme talento para a pintura.

É, a par de Vieira da Silva, a pintra portuguesa mais aclamada internacionalmente e considerada um dos maiores quatro pintores vivos em Inglaterra.

Tem recebido ao longo da sua carreira diversos prémios e distinções, destacando-se o Prémio Celpa/Vieira da Silva de Consagração e o Grande Prémio Soquil.

Em junho de 2010 a rainha Isabel II de Inglaterra atribuiu-lhe o grau de Oficial da Ordem do Império Britânico.

No dia 9 de junho de 1995 é feita Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada e no dia 13 de outubro de 2004 esta condecoração foi elevada a Grã-Cruz.

É Doutora Honoris Causa da Universidade de Lisboa.

Paula-Rego-001

 

 

1 de janeiro de 1502

1 de janeiro de 1502

Neste dia, uma expedição exploradora portuguesa, comandada por Gaspar de Lemos, descobre a Baía de Guanabara.

220px-Rio_1555_baia_guanabara

Contudo, confundiram-na com a foz de um rio, a que chamaram rio de janeiro por ter sido o mês da descoberta.

É neste local que vem a nascer a que é considerada uma das cidades mais bonitas do Mundo, o Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa.

Personalidade nascida neste dia

No dia 1 de janeiro de 1859 nasceu Henrique César de Araújo Pousão, pintor português pertencente à 1.ª geração naturalista.

A sua obra, de cariz inovador para a sua época, tem como influências alguns pintores impressionistas como Pissaro e Manet.

É considerado um dos maiores expoentes da pintura portuguesa da segunda metade do século XIX.

Morreu de tuberculose com apenas 25 anos no dia 20 de março de 1884 em Vila Viçosa, cidade que também o viu nascer.

220px-Rodolfo_Amoedo_-_Retrato_de_Henrique_Pousão,_1881

27 de novembro de 1807

27 de novembro de 1807

Neste dia a família real portuguesa embarcou rumo ao Brasil devido à invasão do país pelas tropas francesas comandadas pelo general Junot.

O cenário de transferência da família real já tinha sido equacionado por diversas vezes desde a crise de 1580. De facto, com a ascensão do império de Napoleão Bonaparte no início do século XIX, voltou a equacionar-se esta possibilidade, que foi defendida pelo marquês da Alorna em 30 de maio de 1801 e mais tarde, em 16 de agosto de 1803, por D. Rodrigo de Sousa Coutinho.

Na segunda metade de 1807, a França entregou a Portugal as determinações de Napoleão que incluíam a quebra dos pactos com Inglaterra, a adesão ao bloqueio continental, o encerramento dos portos portugueses à navegação inglesa e uma declaração de guerra a Inglaterra.

Na sequência destes acontecimentos formaram-se no Conselho de Estado de Portugal duas fações denominadas “partido francês” e “partido inglês”, que defendiam naturalmente duas posições opostas. O “partido francês” era liderado por D. António Araújo e Azevedo e o “partido inglês” por D. Rodrigo de Sousa Coutinho.

Foram efetuadas diversas reuniões durante o verão e outono desse ano, tendo sido subscrita em 22 de outubro a “Convenção secreta sobre a transferência para o Brasil da sede da Monarquia Portuguesa e ocupação temporária da ilha da Madeira por tropas britânicas”, já referenciada neste blogue.

No dia 27 de novembro a família real embarcou, tendo a esquadra portuguesa sido reforçada por quatro naus da Marinha Real Britânica comandadas pelo capitão Graham Moore.

Personalidade nascida neste dia

No dia 27 de novembro de 1729 nasceu o pintor Pedro Alexandrino de Carvalho.

Em termos artísticos começou por ser introduzido no barroco italiano, tendo evoluído para o rococó francês, movimento do qual se tornou um dos melhores executantes portugueses. Ainda teve tempo para executar algumas pinturas de influência neoclássica no final da sua carreira.

A sua obra é essencialmente de índole religiosa com trabalhos realizados em diversas igrejas de Lisboa reconstruídas depois do terramoto de 1755.

Morreu no dia 27 de janeiro de 1810 com 80 anos e está sepultado na Igreja de São José em Lisboa.

Pedro_Alexandrino_de_Carvalho

 

21 de novembro de 1960

21 de novembro de 1960

Neste dia Portugal formaliza a sua adesão ao Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento  (BIRD) e ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

O primeiro passou a ser uma das instituições do Banco Mundial, que fornece empréstimos para países em desenvolvimento.

Aliás, a origem do Banco Mundial está relacionada com a criação do BIRD conjuntamente com o FMI, sendo as presidências destas instituições divididas entre os Estados Unidos da América (Banco Mundial) e a Europa (FMI).

Personalidade nascida neste dia

Nasceu em Lisboa no dia 21 de novembro de 1857 Columbano Bordalo Pinheiro, pintor naturalista e realista português.

Era filho do escultor Manuel Maria Bordalo Pinheiro e o caricaturista Rafael Bordalo Pinheiro era seu irmão.

Formou-se na Academia de Belas-Artes de Lisboa e rumou a Paris com uma bola de estudo custeada pelo rei-consorte D. Fernando II.

Juntou-se ao “Grupo do Leão”, que tencionava renovar a estética das composições na arte de Portugal.

Pintou retratos célebres de Ramalho Ortigão, Eça de Queirós, Teófilo Braga e Antero de Quental. Também ficaram famosos os Painéis dos Passos Perdidos no Palácio de São Bento.

Já no regime republicano foi nomeado Diretor do Museu Nacional de Arte Contemporânea, cargo do qual se demitiu em 1927.

Morreu em Lisboa no dia 6 de novembro de 1929, prestes a completar 72 anos.

200px-Columbano_Bordalo_Pinheiro_007

 

3 de novembro de 1887

3 de novembro de 1887

Neste dia foi fundada a Associação Académica de Coimbra, que é uma instituição de utilidade pública e a mais antiga associação de estudantes de Portugal.

240px-Associação_Académica_de_Coimbra_logo.svg

Esta associação representa todos os estudantes da Universidade de Coimbra, que são automaticamente considerados seus sócios a partir do momento em que se inscrevem nesta universidade.

É constítuida por uma grande diversidade de secções culturais e desportivas, ou seja, é um verdadeiro representante do ecletismo.

Refiram-se ainda as diversas condecorações e distinções, como as comendas da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada ou da Ordem Militar de Cristo, atribuídas respetivamente em 14 de fevereiro de 1938 e 5 de fevereiro de 1941.

É ainda membro-honorário da Ordem do Infante D. Henrique e da Ordem da Liberdade, além de possuir as medalhas de mérito cultural, de ouro da cidade de Coimbra ou honorífica da Universidade de Coimbra.

Personalidade nascida neste dia

No dia 3 de novembro de 1914 nasceu em Angra do Heroísmo António da Costa, mais tarde conhecido como António Dacosta.

Foi um poeta, crítico de arte e pintor, estando a sua obra dividida em duas fases distintas. A primeira, que dura entre 1939 e 1948, está dentro de um idioma surrealista e António Dacosta é uma figura de referência deste movimento em Portugal.

Segue-se um intervalo de cerca de 30 anos preenchido pela crítica de arte e retoma a pintura apenas no final da década de 70 do século XX até à sua morte em 2 de dezembro de 1990. Esta última fase, como disse José Sommer Ribeiro, tem um conjunto de obras notáveis  “cujo intimismo e a poesia são ímpares na pintura portuguesa contemporânea“.

Entre os prémios que recebeu, como o Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, destaque também para a Grã-Cruz da Ordem do Mérito recebida em 4 de fevereiro de 1989.

antonio_dacosta