21 de novembro de 1960

21 de novembro de 1960

Neste dia Portugal formaliza a sua adesão ao Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento  (BIRD) e ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

O primeiro passou a ser uma das instituições do Banco Mundial, que fornece empréstimos para países em desenvolvimento.

Aliás, a origem do Banco Mundial está relacionada com a criação do BIRD conjuntamente com o FMI, sendo as presidências destas instituições divididas entre os Estados Unidos da América (Banco Mundial) e a Europa (FMI).

Personalidade nascida neste dia

Nasceu em Lisboa no dia 21 de novembro de 1857 Columbano Bordalo Pinheiro, pintor naturalista e realista português.

Era filho do escultor Manuel Maria Bordalo Pinheiro e o caricaturista Rafael Bordalo Pinheiro era seu irmão.

Formou-se na Academia de Belas-Artes de Lisboa e rumou a Paris com uma bola de estudo custeada pelo rei-consorte D. Fernando II.

Juntou-se ao “Grupo do Leão”, que tencionava renovar a estética das composições na arte de Portugal.

Pintou retratos célebres de Ramalho Ortigão, Eça de Queirós, Teófilo Braga e Antero de Quental. Também ficaram famosos os Painéis dos Passos Perdidos no Palácio de São Bento.

Já no regime republicano foi nomeado Diretor do Museu Nacional de Arte Contemporânea, cargo do qual se demitiu em 1927.

Morreu em Lisboa no dia 6 de novembro de 1929, prestes a completar 72 anos.

200px-Columbano_Bordalo_Pinheiro_007

 

Anúncios

2 thoughts on “21 de novembro de 1960

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s