25 de julho de 1139

25 de julho de 1139

Neste dia travou-se a Batalha de Ourique no atual Baixo Alentejo entre as forças portuguesas comandadas por D. Afonso Henriques e as forças muçulmanas em muito maior número e lideradas por Ali ibn Yusuf.

BatalhaOurique

Apesar de estarem em desvantagem numérica, as tropas de D. Afonso Henriques derrotaram o exército de almorávidas.

Esta vitória é o primeiro momento em que D. Afonso Henriques é aclamado como rei de Portugal, reconhecimento que lhe foi oficialmente feito no Tratado de Zamora a 5 de outubro de 1143.

Personalidade nascida neste dia

A data, bem como o local de nascimento, do nosso rei fundador, D. Afonso Henriques, permanece sem certezas.

Contudo, alguns autores defendem que o primeiro rei de Portugal terá nascido no dia 25 de julho de 1109, filho do Conde D. Henrique e de D. Teresa de Leão.

Após a morte do seu pai, D. Afonso Henriques encetou uma luta contra a sua mãe que se tinha aliado a nobres galegos, designadamente Fernão Peres de Trava.

O reconhecimento como rei de Portugal por parte do reino de Leão foi efetivado a 5 de outubro de 1143 no Tratado de Zamora e em 1179 pelo papa Alexandre III através da bula Manifestis Probatum.

Ficou conhecido pelo cognome de o Conquistador, tendo duplicado o território que herdara.

Morreu com 76 anos no dia 6 de dezembro de 1185 e jaz sepultado no Mosteiro de Santa Cruz em Coimbra.

alfonsoi

Anúncios

18 de julho de 1956

18 de julho de 1956

Neste dia foi publicado o Decreto-Lei n.º 40690 que institui os estatutos da Fundação Calouste Gulbenkian e marca oficialmente o início da sua atividade.

gulbenkian_20160720_pf

A sua criação resulta do testamento do arménio Calouste Gulbenkian que deixou os seus bens a Portugal sob a forma desta fundação e que tem sido um baluarte da cultura e da educação em Portugal nos mais diferentes domínios.

São muitos os estudantes e os artistas que iniciaram a sua atividade com apoios desta fundação, que num verdadeiro sentido público contribui para o enriquecimento cultural de Portugal.

Personalidade nascida neste dia

No dia 18 de julho de 1633 nasceu D. João de Mascarenhas, 2.º conde da Torre e 1.º marquês da Fronteira.

Este título de marquês da Fronteira foi-lhe atribuído por D. Pedro II no dia 7 de janeiro de 1670 como recompensa por tê-lo apoiado contra D. Afonso VI e pelos seus feitos na Guerra da Restauração.

Foi também um homem de cultura tendo deixado as obras intituladas Relação das Províncias de Portugal, Títulos, Tribunais e Renas ReaisRelação das Coutadas e Casas de Campo dos Reis de Portugal.

D._João_Mascarenhas,_Marquês_de_Fronteira_(1633-1681),_1673-1675_-_Feliciano_de_Almeida_(Galleria_degli_Uffizi,_Florence).png