14 de agosto de 1385

14 de agosto de 1385

Neste dia aconteceu uma das batalhas mais importantes da história de Portugal, a Batalha de Aljubarrota.

As forças portuguesas, comandadas por D. João I e Nuno Álvares Pereira e com cerca de 6500 homens, derrotaram as forças castelhanas com cerca de 31 000 homens e que eram comandadas por D. João I de Castela e pelo meio-irmão de Nuno Álvares Pereira, Pedro Álvares Pereira.

Esta vitória determinou o fim da crise de 1383-1385, o reforço da aliança Luso-Britânica e a confirmação do Mestre de Avis, D. João I, como rei de Portugal.

Deste modo, iniciou-se na história de Portugal a Dinastia de Avis.

Batalha_de_Aljubarrota_02.jpg

Personalidade nascida neste dia

No dia 14 de agosto de 1888 nasceu Rosa Ramalho, que se veio a tornar uma grande ceramista portuguesa.

Apesar de ter aprendido a trabalhar o barro muito jovem, durante 50 anos dedicou-se à família e só depois de ter enviuvado com 68 anos retomou o trabalho de ceramista que lhe deu a fama merecida.

Morreu no dia 24 de setembro de 1977, estando o seu trabalho a ser continuado pela neta Júlia Ramalho.

O reconhecimento das suas qualidades artísticas foi consumado com a atribuição póstuma pela presidência da república em 9 de abril de 1981 do grau de Dama da Ordem de Sant’Iago da Espada.

rosa_ramalho

 

Anúncios

7 de maio de 1834

7 de maio de 1834

Neste dia foi extinta a Casa dos Vinte e Quatro criada em Lisboa por D. João, futuro rei de Portugal, no dia 16 de dezembro de 1383.

Esta casa foi extinta com a chegada do liberalismo e da monarquia constitucional em Portugal.

Refira-se que esta estrutura, inicialmente criada apenas em Lisboa, mas mais tarde alargada a outras cidades de Portugal e do império, era composta por representantes das corporações de ofícios e era um órgão com poder deliberativo.

Personalidade nascida neste dia

No dia 7 de maio de 1928 nasceu na capital de Portugal o fadista D. Vicente Maria do Carmo de Noronha da Câmara.

Nascido dentro de uma familia aristocrata, teve uma educação muito ligada ao fado, com destaque da sua tia, D. Maria Teresa de Noronha.

Apesar das suas origens aristocráticas, considera que o fado é uma música pobre e que na pobreza reside a riqueza, a grandeza, a liberdade e o valor.

A sua ideia sobre a aristocracia ficou vincada na seguinte frase:

O que é a aristocracia? A aristocracia tanto pode estar no povo como noutra coisa qualquer. (…) O aristocrata é aquele que sobressaiu.

Além da medalha de mérito municipal da Câmara Municipal do Cartaxo atribuída em 2013, recebeu no dia 27 de novembro do mesmo ano a comenda da Ordem do Infante D. Henrique.

vicentedacamara.jpg

3 de março de 1803

3 de março de 1803

Neste dia foi fundado pelo Marechal António Teixeira Rebelo (à data coronel) o Colégio Militar, escola de ensino público militar não superior.

Teixeirarebelo

O seu estandarte nacional é o mais condecorado das Forças Armadas Portuguesas, reconhecendo as suas capacidades de ministrar um ensino de excelência.

Das suas muitas condecorações destacam-se a  Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, a Ordem Militar de Cristo, a Ordem Militar de Avis, a Medalha de Serviços Distintos, a Ordem Militar de Sant’Iago da Espada e a Ordem da Instrução Pública.

Personalidade nascida neste dia

No dia 3 de março de 1506 nasceu o duque de Beja, Luís de Portugal.

Pertencente à Casa de Avis, era filho do rei D. Manuel I e de D. Maria de Aragão.

Desde muito cedo demonstrou as suas qualidades e inteligência, tendo recebido elogios públicos do seu professor de Filosofia, Aritmética, Geometria e Astronomia, Pedro Nunes.

Auxiliou o imperador Carlos V na conquista de Tunes, com um papel muito relevante no comando do galeão Botafogo, ao quebrar as correntes que defendiam a entrada do porto em La Goleta, como se descreve a seguir:

O galeão portuguez chamado S. João Baptista, em que o imperador de Alemanha, e rei de Hespanha Carlos V foi com seu cunhado o nosso infante Dom Luiz, chamado Delicias de Portugal, á conquista de Tunes contra o famoso corsario Heredim Barba-Rôxa, não só é celebrado por ser o maior navio, que nos mares da Europa opprimiram as ondas, pois jogava 366 peças de bronze, e sendo redondo continha 600 mosqueteiros, 400 soldados de espada e rodella, e 300 artilheiros; mas tambem é famoso pelo talhamar, ou serra grande de aço finissimo, que tinha na próa, para romper a cadea de Goleta; o que se não poude conseguir da primeira vez, mas sim da segunda, em que o infante Dom Luiz mandou ao piloto, que se fizesse ao mar com volta mais larga, e dadas as velas todas ao vento [prevenção que faltara na primeira] investiu a cadeia com impulso tão furioso, e vehemente, que a fez em pedaços, levantando uma grande serra de agua. Entrou o galeão pelo rio, como pelo corro o cavalleiro depois d’uma boa sorte, e começou a lançar tanta immensidade de raios sobre as fortificações dos infieis, que daqui lhe veio o nome, que o vulgo repete [ainda hoje em dia], chamando-lhe o galeão botafogo. Com elle, sem duvida, se facilitou, e conseguiu a conquista da Goleta, que se afigurava inexpugnavel, no dia 13 de Julho do anno de 1535

Foi pai de D. António, Prior do Crato, que chegou a ser aclamado como rei de Portugal e que lutou contra o domínio filipino.

D. Luís de Portugal morreu em Lisboa com 49 anos no dia 27 de novembro de 1555.

200px-Portrait_of_Infante_Luis,_Duke_of_Beja,_Belem_Collection

21 de fevereiro de 1560

21 de fevereiro de 1560

Neste dia o fidalgo e administrador colonial português, Mem de Sá, chegou à Baía de Guanabara para destruir o Forte Coligny e assim expulsar os franceses que lá se tinham estabelecido desde 1555.

300px-Serigipe_1560_Forte_Coligny

Personalidade nascida neste dia

No dia 21 de fevereiro de 1397 nasceu em Évora a princesa portuguesa, Isabel de Portugal.

Era filha do Mestre de Avis, rei D. João I, e de D. Filipa de Lencastre.

Casou com Filipe III, duque de Borgonha de quem teve três filhos, António e José, falecidos durante a infância, e Carlos, o Temerário.

Era uma mulher muito inteligente e grande mecenas das artes.

Foi através da sua influência que muitos flamengos foram viver para os Açores.

Morreu em Dijon no dia 17 de dezembro de 1471.

Rogier_van_der_Weyden_(workshop_of)_-_Portrait_of_Isabella_of_Portugal