6 de julho de 1484

6 de julho de 1484

Neste dia o navegador português Diogo Cão descobriu a foz do rio Congo, também conhecido por rio Zaire.

É o sétimo rio do mundo em comprimento e o segundo de África, a seguir ao rio Nilo, sendo o maior de África e o segundo do mundo em volume de água.

Quando chegou à foz deste rio pensou ter atingido o cabo da Boa Esperança ou das Tormentas, mas que foi dobrado pouco tempo depois por Bartolomeu Dias.

painel_snobre_diogo_cao.jpg

Personalidade nascida neste dia

No dia 6 de julho de 1825 nasceu em Lisboa D. António Maria José de Mello César e Menezes, que foi 8.º conde de Sabugosa, 10.º conde de São Lourenço e 3.º marquês de Sabugosa.

Destacou-se como militante do Partido Histórico e como par do reino, tendo sido governador civil de Lisboa por três vezes e administrador de empresas. Foi ainda diretor da Companhia das Águas de Lisboa, precursora da atual EPAL, e enfermeiro-mor do Hospital de São José.

Na sua atividade política divergiu do pai e avô, que eram miguelistas, aderindo aos ideais liberais e tendo-se integrado facilmente nas instituições da monarquia constitucional.

Morreu no dia 2 de dezembro de 1897 em Lisboa.

MarquesDeSabugosa

 

Anúncios

18 de dezembro de 1622

18 de dezembro de 1622

Neste dia deu-se a batalha de Mbumbi entre as forças portuguesas e as forças do reino do Congo.

As forças portuguesas, comandadas pelo Capitão-Major Pedro de Sousa Coelho, obtiveram uma vitória contra as forças do reino do Congo comandadas pelo duque de Mbamba, D. Paulo Afonso, e pelo marquês de Mpemba, D. Cosme.

O exército português tinha 20 000 arqueiros Mbundu e 10 000 soldados portugueses de infantaria e mercenários Imbangla contra 2000-3000 arqueiros apoiados por 200 unidades de infantaria pesada.

Personalidade nascida neste dia

No dia 18 de dezembro de 1887 nasceu Artur Carlos de Barros Basto em Amarante.

Foi um militar de carreira, escritor e filósofo com diversas obras publicadas sobre o judaísmo.

Também foi um importante líder judaico e impulsionador da criação da comunidade judaica do Porto, cujo nome oficial é Comunidade Israelita do Porto.

Na sua folha militar consta a liderança, como tenente, de um batalhão do Corpo Expedicionário Português na frente de guerra da Flandres durante a I Grande Guerra. A sua bravura valeu-lhe a promoção a capitão.

Foi o grande responsável pela construção da sinagoga Kadoorie no Porto, que ainda hoje mantém as suas funções religiosas. Ainda teve tempo de ajudar centenas de judeus a fugir da II Grande Guerra e do Holocausto.

Morreu no dia 8 de março de 1961 e foi enterrado na cidade de Amarante que o viu nascer.

220px-BBasto002

29 de outubro de 1665

29 de outubro de 1665

Neste dia Portugal venceu a Batalha de Ambuíla contra o reino do Congo comandado pelo rei António I do Congo. As forças portuguesas foram comandadas pelo capitão Luís Lopes Sequeira.

Nesta batalha, defrontaram-se entre 20 a 30 mil homens de infantaria do reino do Congo contra cerca de 14 000 portugueses armados com duas peças de artilharia. A vitória portuguesa gerou cerca de 5000 baixas no exército inimigo, entre as quais o rei, que foi decapitado, os seus dois filhos, dois sobrinhos, quatro governadores, diversos oficiais da corte, 95 detentores de títulos e 400 outros nobres.

Refira-se que durante o século XVI existiu uma parceria comercial entre Portugal e o Congo, mas o estabelecimento em 1575 de uma colónia portuguesa muito forte em Luanda afetou esta relação. Em 1622 houve uma rotura definitiva entre os dois países depois da invasão portuguesa do Sul do Congo, situação que nunca foi recuperada e que culminou com esta batalha.

Personalidade nascida neste dia

No dia 29 de outubro de 1768 nasceu em Paredes de Coura Bernardino António Gomes que foi médico, cientista e botânico de destaque.

Destaca-se na sua atividade científica o facto de ter sido o primeiro a isolar a cinchonina da árvore da quina, abrindo o caminho do estudo da química dos alcalóides e do tratamento do paludismo pelo quinino. O seu trabalho na área da botânica valeu-lhe um busto sob pedestal no Jardim Botânico de Lisboa (1926).

BernardinoGomespai

É considerado o Patrono da Dermatologia em Portugal pelo trabalho desenvolvido no tratamento das doenças cutâneas.

Em 1817 é nomeado médico da Câmara Real, ou seja, médico da família real, mantendo uma relação próxima com o rei D. João VI. Nesta qualidade foi ainda responsável por acompanhar a princesa Leopoldina da Áustria, noiva de D. Pedro, futuro imperador do Brasil, na sua viagem entre Livorno e o Rio de Janeiro.

Bernardino_António_Gomes_médico_da_Real_Câmara