13 de agosto de 1647

13 de agosto de 1647

Nesta data o Padre António Vieira, no exercício das suas funções de diplomata, partiu numa missão secreta a França e Holanda.

Em França pretendia que fosse combinado o casamento entre o príncipe herdeiro, D. Teodósio, e a duquesa de Montpensier. Contudo, este plano falhou.

De seguida, partiu para a Holanda para tentar dirimir o conflito que opunha portugueses e holandeses no Nordeste brasileiro.

Personalidade nascida neste dia

Nasceu na cidade invicta no dia 13 de agosto de 1875 o jornalista, cronista, romancista, contista, político e historiador Carlos Malheiro Dias.

Foi um monárquico militante, tendo sido deputado entre 1897 e 1910, exilando-se voluntariamente no Brasil depois da implantação da república em Portugal.

Foi um dos fundadores da Academia Portuguesa de História e membro-correspondente da Academia Brasileira de Letras, sucedendo a Eça de Queiroz.

Aliás, Carlos Malheiro Dias é considerado um dos mais talentosos escritores portugueses da geração seguinte à do autor d’ Os Maias. Aquela que é considerada a sua maior obra, A verdade nua, foi publicada em 1916.

Morreu na capital portuguesa no dia 19 de outubro de 1941.

cmd1 001

 

Anúncios