30 de junho de 1487

30 de junho de 1487

Neste dia foi concluída a impressão do Pentateuco de Samuel Gacon na cidade de Faro.

perush-ha

Foi o primeiro livro impresso em Portugal, estando o único exemplar conhecido guardado na British Library em Londres.

Este exemplar foi roubado aquando do saque à cidade de Faro pelos ingleses em 1596 no período de domínio filipino em Portugal.

Personalidade nascida neste dia

No dia 30 de junho de 1871 nasceu Alfredo da Silva, que veio a ser um grande industrial português, especialmente numa época em que o seu empreendedorismo contrastava com o ritmo de Portugal.

Ficou para a história como o fundador de empresas como a Companhia União Fabril (CUF), a Tabaqueira, o Estaleiro da Rocha do Conde de Óbidos (antecessora da Lisnave), o Banco Totta e a Seguradora Império.

O seu mérito foi reconhecido com a atribuição em 31 de dezembro de 1932 da Grã-Cruz da Ordem Civil do Mérito Agrícola e Industrial.

Morreu em Sintra no dia 22 de agosto de 1942.

alfredo_silva

29 de março de 1249

29 de março de 1249

Neste dia D. Afonso III conquistou a cidade, que hoje é conhecida por Faro, aos mouros, na sequência da política expansionista iniciada por D. Afonso Henriques depois da independência de Portugal em 5 de outubro de 1143.

Refira-se que a história de Faro remonta ao período fenício (século VIII a.C.) quando era conhecida por Ossónoba e já era um importante entreposto comercial.

Em cerca de 1500 anos esteve sob domínios romano, bizantino e visigodo, tendo sido conquistada pelos árabes no ano de 713.

Depois de conquistar esta cidade, D. Afonso III deu-lhe o nome de Santa Maria de Faaron ou Santa Maria de Faaram, que evoluiu para Faro.

Personalidade nascida neste dia

O último primeiro-ministro do governo liberal na última fase da guerra civil, Bento Pereira do Carmo, nasceu em Alenquer no dia 29 de março de 1776.

Foi ainda deputado e presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, sem esquecer que atingiu o grau de venerável na maçonaria.

Refira-se ainda que redigiu com o seu punho o testamento de D. Pedro IV, cujos últimos dias acompanhou, que é considerado uma peça literária de grande valor.

Morreu na sua quinta em Alenquer no dia 16 de fevereiro de 1845.

Bento_Pereira_do_Carmo