22 de janeiro de 1462

22 de janeiro de 1462

O escudeiro do infante D. Fernando e navegador português, Diogo Gomes, descobriu nesta data, dia de São Vicente, a ilha do arquipélago de Cabo Verde a que atribuiu o mesmo nome do santo.

Esta ilha, inicialmente outorgada aos duques de Viseu, nunca foi ocupada, tendo, pela sua falta de água, sido utilizada apenas como campo de pastagem de gado dos proporietário da ilha vizinha de Santo Antão.

A sua ocupação só aconteceu em 1838 quando foi colocado um depósito de carvão para abastecimento dos navios em rota no Atlântico, originado a fundação da cidade do Mindelo.

Atualmente é a terceira ilha mais populosa de Cabo Verde, sendo famosa pelo Festival Internacional de Música da Baía das Gatas e por ser a terra natal de Cesária Évora.

Personalidade nascida neste dia

No dia 22 de janeiro de 1933 nasceu o historiador e professor universitário José João da Conceição Gonçalves Mattoso.

É doutorado em História Medieval pela Universidade Católica de Lovaina com a tese Le Monachisme ibérique et Cluny: les monastères du diocèse de Porto de l’an mille à 1200.

Foi monge da Ordem de São Bento durante 20 anos na Abadia de Singeverga com o nome de Frei José de Santa Escolástica Mattoso.

É autor de extensa bibliografia, destacando-se os seus oito volumes da História de Portugal.

Recebeu o Prémio Pessoa em 1987, o Prémio Internacional de Genealogia Bohüs Szögyeny em 1991, o grau de Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada a 10 de Junho de 1992 e o Troféu Latino em 2007.

jose_mattoso

Um ano na história de Portugal – lista de acontecimentos do mês de dezembro

Acontecimentos relevantes no mês de dezembro

A lista abaixo compila acontecimentos relevantes da história de Portugal que ocorreram no mês de dezembro, sendo que cada um deles é objeto de um post específico neste blogue.

Podem não ser os acontecimentos mais relevantes de cada um dos dias, mas são certamente importantes na história de Portugal e contribuíram de alguma forma para o país que somos hoje.

1 de dezembro de 1640 – Dia da Restauração

2 de dezembro de 1640 – Santarém é a primeira cidade a aclamar D. João IV como rei de Portugal

3 de dezembro de 1530 – Início da colonização do Brasil

4 de dezembro de 1980 – Desastre aéreo de Camarate

5 de dezembro de 1985 Participação memorável de Portugal no 34.º Salão Internacional de Invenções de Bruxelas

6 de dezembro de 1925 – Prisão de Alves dos Reis

7 de dezembro de 1758 – Recuperação total de D. José I depois do atentado de 3 de setembro

8 de dezembro de 1489 – Confirmação e renovação em Évora do Tratado Luso-Britânico de 9 de maio de 1386

9 de dezembro de 1097 – O conde D. Henrique reivindica o Condado Portucalense

10 de dezembro de 1510 – Conquista de Goa por Afonso de Albuquerque

11 de dezembro de 1898 – Elogio histórico a José Maria Latino Coelho na Academia Real das Ciências de Lisboa

12 de dezembro de 1807 – Os reis da Etrúria abdicam para assumir o reino da Lusitânia Setentrional

13 de dezembro de 2007 – Assinatura do Tratado de Lisboa da União Europeia

14 de dezembro de 2001 – Classificação pela UNESCO do Alto Douro Vinhateiro como património da Humanidade

15 de dezembro de 1640 – Aclamação de D. João IV como rei de Portugal

16 de dezembro de 1852 – Fundação do Instituto Agrícola de Portugal

17 de dezembro de 1327 – Assinatura de um tratado de paz entre D. Afonso IV de Portugal e D. Afonso XI de Castela

18 de dezembro de 1622 – Vitória portuguesa na batalha de Mbumbi

19 de dezembro de 1999 – Último dia de administração portuguesa em Macau

20 de dezembro de 1838 – Nomeação de Almeida Garrett como cronista-mor do reino

21 de dezembro de 1471 – Descoberta do arquipélago de S. Tomé e Príncipe

22 de dezembro de 1159 – Encontro entre D. Afonso Henriques e D. Fernando II, rei de Leão, para tratar as demarcações fronteiriças

23 de dezembro de 1976 – D. Duarte Pio de Bragança torna-se pretendente ao trono de Portugal

24 de dezembro de 1779 – D. Maria I funda a Academia Real das Ciências

25 de dezembro de 1820 – Fim das primeiras eleições de deputados às cortes constituintes

26 de dezembro de 1846 – Materialização da fundação do Banco de Portugal

27 de dezembro de 1703 – Assinatura do Tratado de Methuen entre Portugal e Inglaterra

28 de dezembro de 1889 – Aclamação do rei D. Carlos I

29 de dezembro de 1864 – Publicação do primeiro número do Diário de Notícias

30 de dezembro de 1886 – Assinatura da Declaração Luso-Alemã relativa aos territórios no interior de África

31 de dezembro de 1836 – Promulgação do novo Código Administrativo por Passos Manuel

Um ano na história de Portugal – lista de personalidades nascidas em dezembro

Personalidades portuguesas nascidas em dezembro

A lista de personalidades portuguesas nascidas em dezembro encontra-se discriminada abaixo, não pretendendo ser a lista das personalidades portuguesas mais relevantes.

Contudo, é certamente uma lista com muitos portugueses e portuguesas que ao longo dos últimos quase 900 anos se distinguiram nos mais diversos domínios da sociedade.

1 de dezembro de 1934 – Pedro Tamen

2 de dezembro de 1798 – António Luís de Seabra e Sousa

3 de dezembro de 1920 – Cruzeiro Seixas

4 de dezembro de 1711 – D. Maria Bárbara de Bragança

5 de dezembro de 1818 – Lourenço José Maria Boaventura de Almada Cyrne Peixoto

6 de dezembro de 1923 – Urbano Tavares Rodrigues

7 de dezembro de 1606 – António de Sousa Macedo

8 de dezembro de 1894 – Florbela Espanca

9 de dezembro de 1392 – D. Pedro, 1.º duque de Coimbra

10 de dezembro de 1971 – Carla Sacramento

11 de dezembro de 1908 – Manoel de Oliveira

12 de dezembro de 1948 – Marcelo Rebelo de Sousa

13 de dezembro de 1596 – António Luís de Meneses

14 de dezembro de 1955 – João Gil

15 de dezembro de 1813 – Manuel Maria da Silva Bruschy

16 de dezembro de 1973 – Mariza

17 de dezembro de 1734 – D. Maria I

18 de dezembro de 1887 – Artur Carlos de Barros Basto

19 de dezembro de 1924 – Alexandre O’Neill

20 de dezembro de 1928 – Fernando Farinha

21 de dezembro de 1939 – Carlos do Carmo

22 de dezembro de 1832 – Francisco Maria da Cunha

23 de dezembro de 1843 – D. José Luís de Sousa Botelho Mourão e Vasconcelos

24 de dezembro de 1953 – Ribeiro e Castro

25 de dezembro de 1920 – Artur Agostinho

26 de dezembro de 1809 – José Estêvão

27 de dezembro de 1852 – D. João Maria Gonçalves Zarco da Câmara

28 de dezembro de 1771 – João Domingos Bomtempo

29 de dezembro de 1938 – Manuela Eanes

30 de dezembro de 1861 – Paiva Couceiro

31 de dezembro de 1769 – Silvestre Pinheiro Ferreira

Um ano na história de Portugal – lista de personalidades nascidas em novembro

Personalidades portuguesas nascidas em novembro

A lista de personalidades portuguesas nascidas em novembro encontra-se discriminada abaixo, não pretendendo ser a lista das personalidades portuguesas mais relevantes.

Contudo, é certamente uma lista com muitos portugueses e portuguesas que ao longo dos últimos quase 900 anos se distinguiram nos mais diversos domínios da sociedade.

1 de novembro de 1742 – Luís de Vasconcelos e Sousa, 4.º conde de Figueiró

2 de novembro de 1877 – Teixeira de Pascoaes

3 de novembro de 1914 – António Dacosta

4 de novembro de 1972 – Luís Figo

5 de novembro de 1846 – Joaquim Pimenta de Castro

6 de novembro de 1919 – Sophia de Mello Breyner Andresen

7 de novembro de 1918 – D. Maria Teresa do Carmo de Noronha

8 de novembro de 1899 – Vassalo e Silva

9 de novembro de 1713 – D. Pedro José de Alcântara de Menezes Noronha Coutinho, 4.º marquês de Marialva

10 de novembro de 1858 – D. Aldegundes de Bragança

11 de novembro de 1154 – D. Sancho I, rei de Portugal

12 de novembro de 1855 – Mouzinho de Albuquerque

13 de novembro de 1897 – José Ângelo Cottinelli Telmo

14 de novembro de 1839 – Júlio Dinis

15 de novembro de 1889 – D. Manuel II

16 de novembro de 1922 – José Saramago

17 de novembro de 1433 – D. Fernando, 2.º Duque de Viseu

18 de novembro de 1871 – Manuel de Sousa da Câmara

19 de novembro de 1855 – José Gonçalves de Guimarães Serôdio

20 de novembro de 1820 – António de Serpa Pimentel

21 de novembro de 1857 – Columbano Bordalo Pinheiro

22 de novembro de 1966 – D. Isabel de Herédia

23 de novembro de 1948 – Leonor Beleza

24 de novembro de 1906 – António Gedeão

25 de novembro de 1638 – D. Catarina de Bragança

26 de novembro de 1748 – Margarida Delfina Teles da Silva

27 de novembro de 1729 – Pedro Alexandrino de Carvalho

28 de novembro de 1800 – Filipe Folque

29 de novembro de 1874 – Egas Moniz

30 de novembro de 1720 – André Soares

Um ano na história de Portugal – lista de acontecimentos do mês de novembro

Acontecimentos relevantes no mês de novembro

A lista abaixo compila acontecimentos relevantes da história de Portugal que ocorreram no mês de novembro, sendo que cada um deles é objeto de um post específico neste blogue.

Podem não ser os acontecimentos mais relevantes de cada um dos dias, mas são certamente importantes na história de Portugal e contribuíram de alguma forma para o país que somos hoje.

1 de novembro de 1755 – Terramoto de Lisboa

2 de novembro de 1830 – D. Miguel I é instado pelo rei de Inglaterra, Guilherme IV, a conceder uma amnistia a D. Maria

3 de novembro de 1887 – Fundação da Associação Académica de Coimbra

4 de novembro de 1720 – Fundação da Academia Real da História Portuguesa

5 de novembro de 1817 – Casamento de D. Pedro com a arquiduquesa de Áustria, D. Maria Leopoldina

6 de novembro de 1836 – Publicação em decreto da Reforma Administrativa de Passos Manuel

7 de novembro de 1716 – Elevação de Lisboa à condição de Patriarcado

8 de novembro de 1893 – Casamento de D. Miguel Januário de Bragança com Maria Teresa de Lowenstein-Wertheim-Rosenberg

9 de novembro de 1978 – Ratificação de Portugal da Convenção Europeia dos Direitos do Homem

10 de novembro de 1799 – Casamento de D. Leonor Benedita Maria de Oyenhausen de Almeida, 5.ª marquesa de Alorna, com D. João José Luis Mascarenhas Barreto, 6.º marquês de Fronteira

11 de novembro de 1861 – Início do reinado de D. Luís I

12 de novembro de 1877 – Início da expedição de Serpa Pinto em África

13 de novembro de 1774 – Ratificação do tratado de paz entre Portugal e Marrocos

14 de novembro de 1755 – Publicação do alvará que determina a reconstrução da Ribeira das Naus

15 de novembro de 1656 – Aclamação de D. Afonso VI como rei de Portugal

16 de novembro de 1989 – Portugal assume a presidência do Conselho da Europa

17 de novembro de 1717 – Início da construção do Convento Nacional de Mafra

18 de novembro de 1488 – Bartolomeu Dias dobra o Cabo das Tormentas

19 de novembro de 1719 – Ascenção a Cardeal de D. José Pereira de Lacerda

20 de novembro de 1511 – Naufrágio da nau Frol de la mar

21 de novembro de 1960 – Adesão de Portugal ao Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento e ao Fundo Monetário Internacional

22 de novembro de 1497 Vasco da Gama dobra o Cabo da Boa Esperança

23 de novembro de 1918 – Regresso a Lisboa das primeiras tropas do Corpo Expedicionário Português

24 de novembro de 1936 – Publicação da reforma do ensino primário

25 de novembro de 1435 – Ratificação por D. Duarte I dos tratados com Inglaterra

26 de novembro de 1989 – Admissão de Agustina Bessa-Luis e Isabel Magalhães como sócias efetivas da Academia das Ciências de Lisboa

27 de novembro de 1807 – Embarque da família real portuguesa rumo ao Brasil

28 de novembro de 1520 – Fernão de Magalhães chega ao Oceano Pacífico

29 de novembro de 1387 – Assinatura do Tratado de Monção

30 de novembro de 1162 – Reconquista de Beja

4 de novembro de 1720

4 de novembro de 1720

Neste dia foi fundada a Academia Real da História Portuguesa, que formalmente só foi criada por decreto do rei D. João V no dia 8 de dezembro de 1720.

300px-Academia_real_de_história_portuguesa

Esta instituição tinha como grande objetivo escrever a história de Portugal e dos seus domínios ultramarinos e foi a antecessora da Academia Real das Ciências de Lisboa, hoje, Academia das Ciências de Lisboa.

A sua fundação deve-se à ação de D. António Caetano de Sousa e de D. Francisco Xavier de Meneses, 4.º conde da Ericeira.

Contudo, extingu-se em 1776 por falta de atividade, mas a Academia Portuguesa de História, fundada em 1936, reclama-se a sua sucessora.

Personalidade nascida neste dia

No dia 4 de novembro de 1972 nasceu Luís Filipe Madeira Caeiro Figo, um dos melhores futebolistas portugueses de todos os tempos.

Começou a jogar futebol num clube de bairro chamado “Os Pastilhas”, mas foi no Sporting Clube de Portugal que fez toda a sua formação e iniciou a sua carreira de jogador profissional, tendo ganho neste clube uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

Jogou em Espanha no Barcelona e no Real Madrid e terminou a carreira no Inter de Milão.

Jogou 127 vezes pela Seleção Nacional A, mas começou por ser campeão do Mundo Sub-20.

Ganhou muitos títulos em todos os clubes onde jogou, destacando-se a título individual o Ballon d’Or em 2000 e o reconhecimento da FIFA em 2001 considerando-o melhor jogador do Mundo.

Luis_Figo-2009

Um ano da história de Portugal

A história de Portugal é de tal forma rica que seria possível todos os dias do ano comemorar alguma efeméride.

Sem a presunção de conseguir encontrar os 365 factos históricos mais relevantes, procurarei durante o próximo ano encontrar um acontecimento importante para cada dia e relatá-lo de forma muito simplificada com o intuito de apenas assinalá-lo. A colaboração de todos aqueles que tropeçarem nestes textos e quiserem sugerir algum evento será muito bem vinda.

Chamo a atenção que não quero substituir-me aos livros de história, nem tão pouco procurar interpretá-la, porque os meus conhecimentos não o permitem. Pretendo apenas evidenciar a grandeza deste povo que, com uma história quase milenar, esquece-se dos seus feitos, das suas qualidades e das suas características.

O ponto de partida será o 5 de outubro e, como devem imaginar, não para relembrar um crime hediondo contra a Pátria, mas para recordar que nesse dia do ano de 1143 D. Afonso Henriques é reconhecido como rei de Portugal através do Tratado de Zamora.

Será esta a estação de partida de uma viagem que terminará no dia 4 de outubro de 2016 e que espero que seja agradável para todos aqueles que decidirem viajar nestas carruagens.

Conhecer o passado é preparar o futuro!