10 de junho de 1580

10 de junho de 1580

Neste dia morreu o maior poeta português, Luís Vaz de Camões.

250px-Jeronimos_12.jpg

Ironicamente, aquele que escreveu a grande obra épica dos feitos do povo lusitano morreu no ano em que Filipe II de Espanha, mais tarde Filipe I de Portugal, se tornou também monarca de Portugal iniciando uma ocupação do território português que durou 60 anos até 1 de dezembro de 1640.

Personalidade nascida neste dia

No dia 10 de junho de 1906 nasceu o médico e investigador português, Mário Corino da Costa Andrade.

Foi um dos grandes expoentes da neurologia portuguesa do século XX, tendo sido o primeiro cientista a identificar a paramiloidose, hoje conhecida como a doença de Andrade ou Corino-Andrade.

Foi também o primeiro diretor e um dos fundadores do Instituto das Ciências Biomédicas Abel Salazar.

Morreu no dia 16 de junho de 2005 depois de completar 99 anos.

corino.jpg

 

11 de abril de 1759

11 de abril de 1759

Nesta data um alvará real de D. José I eleva a vila de Aveiro a cidade com a designação de Nova Bragança.

Este facto acontece alguns meses depois de este rei ter condenado o último duque de Aveiro ao cadafalso por traição.

A rainha D. Maria I mandou a cidade voltar à sua antiga designação.

A cidade de Aveiro foi feita Oficial da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito a 29 de março de 1919 e Membro-Honorário da Ordem da Liberdade a 23 de março de 1998.

Personalidade nascida neste dia

No dia 11 de abril de 1357 nasceu em Lisboa aquele que veio a ser o décimo rei de Portugal e o primeiro da dinastia de Avis.

Era filho ilegítimo do rei D. Pedro I e foi aclamado monarca de Portugal na sequência da crise de 1383-1385.

O legado que deixou atribuiu-lhe o cognome de O de Boa Memória.

Foi também responsável pela conquista de Ceuta em 1415, o início da expansão portuguesa.

Os seus filhos foram designados por Luís Vaz de Camões a Ínclita Geração.

Morreu no dia 14 de agosto de 1433 e jaz sepultado no Mosteiro da Batalha.

Anoniem_-_Koning_Johan_I_van_Portugal_(1450-1500)_-_Lissabon_Museu_Nacional_de_Arte_Antiga_19-10-2010_16-12-61.jpg

18 de março de 1798

18 de março de 1798

O Secretário de Estado de Negócios da Marinha, D. Rodrigo de Sousa Coutinho, propôs a criação do Observatório Real da Marinha, o que veio a acontecer neste dia.

Foi o primeiro observatório português, tendo funcionado de 1798 a 1874 com o objetivo de fornecer aos cadetes da marinha uma experiência prática na observação dos astros.

A abertura do Observatório Astronómico de Lisboa em 1867, as dificuldades económicas e os danos no seu edifício no terramoto de 1858 ditaram a sua extinção em 1874.

Personalidade nascida neste dia

No dia 18 de março de 1590 nasceu Manuel de Faria e Sousa, fidalgo, humanista, escritor, poeta, crítico, historiador, filólogo e moralista português.

Aos 28 anos partiu para Madrid para ser secretário particular do conde de Muge, D. Pedro Alvares Pereira, que era secretário de estado do rei Filipe II de Portugal.

Aprendeu rapidamente a língua castelhana, na qual começou a escrever as suas obras.

Apesar de escrever em castelhano, as suas obras versavam essencialmente temas portugueses, como os descobrimentos ou o poeta Luís Vaz de Camões. Foi o responsável pelo primeiro estudo sobre a vida e obra do maior poeta português.

A sua Magnum opus é a obra Ásia Portuguesa.

Morreu no dia 3 de junho de 1649 em Madrid.

manuel_faria_sousa

 

 

12 de março de 1572

12 de março de 1572

Esta é a data muito provável do lançamento do poema épico Os Lusíadas de Luís Vaz de Camões, com o qual se eternizou a grandeza dos feitos do povo português.

Esta obra é composta por 10 cantos, 1102 estrofes e 8816 versos decassílabos.

Personalidade nascida neste dia

A cidade invicta viu nascer no dia 12 de março de 1867 o militar, jornalista e escritor português, Raul Germano Brandão.

As suas obras ficaram famosas pelo realismo das suas descrições e pelo lirismo da linguagem.

Deixou publicadas duas dezenas de obras, sendo a sua Magnum opus o livro Memórias.

Morreu em Lisboa no dia 5 de dezembro de 1930.

200px-Raul_Brandao2

 

7 de março de 1553

7 de março de 1553

Neste dia uma carta régia libertou Luís de Camões da prisão depois de ter ferido com uma espada um certo Gonçalo Borges.

A carta régia dizia é um mancebo e pobre e me vai este ano servir à Índia.

A este propósito Manuel de Faria e Sousa encontrou nos registos da Armada da Índia o seguinte assento: Fernando Casado, filho de Manuel Casado e de Branca Queimada, moradores em Lisboa, escudeiro; foi em seu lugar Luís de Camões, filho de Simão Vaz e Ana de Sá, escudeiro; e recebeu 2400 como os demais.

Personalidade nascida neste dia

No dia 7 de março de 1699 nasceu em Penamacor o médico e grande intelectual português, António Nunes Ribeiro Sanches.

É por muitos considerado um grande enciclopedista por ter sido médico, filósofo, pedagogista e historiador, entre outras atividades.

O seu nome está na primeira fila dos grandes pensadores europeus da sua época.

Foi particularmente relevante a sua ação na corte russa, tendo sido médico da czarina Ana Ivanovna, além de membro das Academias de Ciências de São Petersburgo e de Paris.

A imperatriz Catarina, a Grande, deu-lhe um brazão de armas onde se lia Acreditava ter nascido para ser útil, não a si próprio, mas ao Mundo todo.

Morreu em Paris no dia 14 de outubro de 1783.

Ribeiro_Sanches