27 de julho de 1974

27 de julho de 1974

Neste dia o presidente da república, António de Spínola, promulgou a Lei n.º 7/74 que reconheceu formalmente o direito à autodeterminação dos territórios ultramarinos.

Desta forma, Portugal dava cumprimento à Carta das Nações Unidas e derrogava a parte correspondente do artigo 1.º da Constituição Política de 1933.

Personalidade nascida neste dia

No dia 27 de julho de 1837 nasceu Francisco Manuel de Melo Breyner, 4.º conde de Ficalho.

Foi um botânico de renome e lente catedrático da cadeira de Botânica na Escola Politécnica de Lisboa.

Publicamente exerceu as funções de mordomo-mor da Casa Real, par do reino, conselheiro de Estado e gentil-homem da câmara dos reis D. Luís I e D. Carlos I. Foi ainda o 20.º presidente da Câmara Municipal de Lisboa e fez parte do grupo Vencidos da Vida.

Deixou uma grande obra literária nos domínios da botânica, da história ou dos costumes dos povos, por exemplo.

Morreu no dia 19 de abril de 1903 e jaz sepultado no jazigo da família no cemitério dos Prazeres.

Gravura_do_retrato_do_4º_Conde_de_Ficalho.png

 

Anúncios

1 de abril de 1997

1 de abril de 1997

Neste dia Portugal assume a Presidência do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Este órgão tem como principal mandato zelar pela segurança e pela paz internacional.

Personalidade nascida neste dia

No dia 1 de abril de 1964 nasceu na Beira, África Oriental Portuguesa, o jornalista, correspondente de guerra, professor universitário e escritor português, José António Afonso Rodrigues dos Santos.

Em 2016 foi eleito o melhor escritor português por uma votação de cerca de 28 000 cidadãos lusos.

Tem uma carreira vasta como jornalista com passagens pela BBC, por diversos teatros de guerra e pela RTP onde trabalha atualmente.

Apresenta uma vertente de romancista com cerca de uma vintena de obras publicadas, sendo consideradas as Crónicas de guerra como a sua Magnum opus.

Em 2009 recebeu o Prémio do Clube Literário do Porto.

jose-rodrigues.jpg