16 de julho de 1808

16 de julho de 1808

Neste dia as forças militares portuguesas comandadas pelo tenente-coronel Francisco Homem de Magalhães Pizarro bloquearam a fortaleza de Almeida num cerco que durou até setembro.

Francisco_Homem_de_Magalhaes_Pizarro

Esta ação foi muito importante para o desfecho positivo da reação portuguesa à primeira invasão francesa, embora tenha ficado ofuscada pelas vitórias nas batalhas da Roliça e do Vimeiro.

Personalidade nascida neste dia

No dia 16 de julho de 1948 nasceu Manuel José Macário do Nascimento Clemente no concelho de Torres Vedras em São Pedro e Santiago.

É licenciado em Teologia e doutorado em Teologia Histórica com a tese intitulada Nas origens do apostolado contemporâneo de Portugal. A Sociedade Católica (1843-1853).

É o Cardeal-Patriarca de Lisboa, o 17.º, com o título de D. Manuel III, depois de ter sido bispo auxiliar de Lisboa e bispo do Porto.

A sua condição de cardeal foi-lhe atribuída pelo Papa Francisco no dia 14 de fevereiro de 2015 depois da morte de D. José Policarpo, Cardeal-Patriarca Emérito de Lisboa, dando cumprimento ao privilégio perpétuo concedido ao patriarcado da capital portuguesa desde 1737.

Tem diversas obras publicadas e foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo pelo presidente da república Aníbal Cavaco Silva em 2010.

Destaca-se ainda a atribuição do Prémio Pessoa no dia 11 de dezembro de 2009, sendo o primeiro membro da Igreja a receber esta distinção, e o doutoramento Honoris causa em Ciência Política, Cidadania e Relações Internacionais pela Universidade Lusófona do Porto em 18 de maio de 2012.

d_manuel_clemente

 

Anúncios

9 de abril de 1918

9 de abril de 1918

Neste dia aconteceu o maior desastre militar português desde Alcácer-Quibir em 1578.

Com efeito, na batalha de La Lys os exércitos alemães infligiram uma derrota esmagadora às forças portuguesas constítuidas por 20 000 homens, dos quais pouco mais de 15 000 estavam nas primeiras linhas.

As forças portuguesas em apenas quatro horas registaram milhares de baixas, entre 1341 mortos, 4626 feridos, 1932 desaparecidos e 7440 prisioneiros. Refira-se que alguns autores consideram estes números um pouco inflacionados.

Personalidade nascida neste dia

No dia 9 de abril de 1759 nasceu Carlos da Cunha e Meneses, que foi o sexto patriarca de Lisboa com o nome de D. Carlos I.

Além de Cardeal-Patriarca, foi conselheiro de Estado e um dos membros da regência nomeada por D. João VI durante a sua permanência no Brasil.

Era um clérigo conservador, tendo-se recusado a jurar a Constituição de 1822. Além disso, apoiou o infante D. Miguel nas suas intentonas fracassadas.

Morreu no dia 14 de dezembro de 1825.

Desde meados do século XX que o seu corpo está sepultado no Panteão dos Patriarcas de Lisboa.

D._Carlos_da_Cunha_e_Menezes_(1759-1825).png

26 de fevereiro de 1885

26 de fevereiro de 1885

Neste dia terminou a Conferência de Berlim iniciada no dia 19 de novembro de 1884 e que teve como objetivo organizar a ocupação de África pelas potências coloniais.

Foi promovida pela Alemanha e participaram a Grâ-Bretanha, França, Espanha, Portugal, Itália, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Estados Unidos da América, Suécia, Áustria-Hungria e Império Otomano.

Com esta conferência a Alemanha viu satisfeito o desejo de administrar o Sudoeste Africano e Portugal apresentou o projeto do Mapa cor-de-rosa que pretendia ligar Angola a Moçambique e que acabou por não ser concretizado pela pressão de Inglaterra.

Personalidade nascida neste dia

No dia 26 de fevereiro de 1936 nasceu José da Cruz Policarpo, cardeal português, patriarca de Lisboa entre 1998 e 2013 e cardeal-patriarca de 2001 a 2013.

No patriarcado de Lisboa sucedeu ao cardeal-patriarca D. António Ribeiro.

Depois do seu pedido de renúncia feito no dia 17 de fevereiro de 2011 por atingir os 75 anos ter sido aceite pelo papa Francisco no dia 18 de maio de 2013, sucedeu-lhe o bispo do Porto, D. Manuel José Macário do Nascimento Clemente.

Morreu em Lisboa no dia 12 de março de 2014 em Lisboa.

jose_policarpo

 

 

7 de novembro de 1716

7 de novembro de 1716

Neste dia, o papa Clemente XI eleva Lisboa à condição de Patriarcado através da bula In Suprema Apostolatus solio.

No seguimento deste ato papal, a cidade de Lisboa e o território da diocese foram divididos em duas partes: o Patriarcado de Lisboa Ocidental com sede na Capela Real e o arcebispado de Lisboa Oriental com sede na antiga Sé de Lisboa.

O primeiro Patriarca de Lisboa foi D. Tomás de Almeida.

D__Tomás_de_Almeida_(1670-1754)

Atualmente, o Patriarcado de Lisboa, dirigido por D. Manuel Clemente, engloba o Distrito de Lisboa e a região sul do Distrito de Leiria, abrangendo mais de 2 milhões de católicos e com quase 500 sacerdotes.

O Patriarcado de Lisboa tem como catedral a Sé Patriarcal de Lisboa com o santo padroeiro São Vicente de Saragoça.

Personalidade nascida neste dia

No dia 7 de novembro de 1918 nasceu D. Maria Teresa do Carmo de Noronha, que viria a ser uma das grandes fadistas portuguesas.

Era oriunda de famílias aristocráticas, sendo o seu pai o 430.º Sócio do Clube Tauromáquico. Pelo lado paterno era bisneta do 2.º conde de Parati e do 3.º conde de Belmonte. Pelo lado materno, era descendente dos Condes dos Arcos.

Foi casada com José António Barbosa de Guimarães Serôdio, 3.º conde de Sabrosa, e deste casamento não resultou qualquer descendência.

Revelou desde muito cedo a sua aptidão para o fado, tendo atuado por diversas vezes na Emissora Nacional onde teve um programa denominado Fados e Guitarradas, que acaba por sua vontade em 1961.

No estrangeiro teve um êxito estrondoso no Hotel Ritz de Madrid num concerto realizado a pedido do governo espanhol, atuou na BBC em 1964 e no Mónaco para Grace Kelly e Rainier III.

O seu estilo de cantar o fado era muito próprio e criou escola.

Morreu no dia 4 de julho de 1993 em São Pedro de Sintra.

maria_teresa_noronha