1 de agosto de 1935

1 de agosto de 1935

Neste dia iniciaram-se as emissões regulares da Emissora Nacional de Radiodifusão, precursora da Rádio Difusão Portuguesa (RDP), apesar da sua fundação oficial ser o dia 4 de agosto.

Esta emissora, à semelhança do que acontecia com as suas congéneres europeias, era o órgão de informação do Governo.

Contudo, desenvolveu uma imagem e uma cultura muito próprias que marcaram a sociedade e a cultura portuguesa e influenciaram a história da rádio em Portugal.

O seu programa mais emblemático terá sido Serão para Trabalhadores transmitido ininterruptamente entre 1941 e 1974 aos serões de segunda-feira e divulgando o melhor da música ligeira portuguesa.

Personalidade nascida neste dia

No dia 1 de agosto de 1819 nasceu Manuel José Gonçalves Couto, missionário português e autor do livro português mais editado no século XIX (Missão Abreviada).

Foi um missionário muito empenhado e a sua obra resulta da necessidade de escrever um livro que desse continuidade à sua missão enquanto pregador da palavra de Cristo e chegasse aonde ele não conseguiria fazê-lo fisicamente.

Esta obra teve mais de 140 000 exemplares divididos por 16 edições entre 1859 e 1904.

Morreu em Zimão, terra onde nasceu, no dia 17 de setembro de 1897.

Manuel_J_G_Couto1.jpg

 

 

 

 

15 de abril de 1377

15 de abril de 1377

Nesta data chegou a Santarém uma embaixada do rei de Castela com o intuito de fazer uma aliança com Portugal contra o reino de Aragão.

Personalidade nascida neste dia

A cidade de Aveiro viu nascer no dia 15 de abril de 1902 um dos mais famosos jornalistas portugueses do século XX, Fernando Luís de Oliveira Pessa.

Iniciou a sua atividade de jornalista na Emissora Nacional que, pelo seu desempenho, deu origem a um convite da BBC para trabalhar na secção brasileira desta rádio inglesa.

Viveu em Londres durante os bombardeamentos da II Guerra Mundial e as suas crónicas tiveram uma grande popularidade neste período, para a qual também contribuiu a censura imposta em Portugal por António de Oliveira Salazar.

Realizou a primeira emissão da RTP em direto na Feira Popular de Lisboa, mas só no dia 1 de janeiro de 1976 entrou para os quadros desta operadora de televisão, ostentando já 74 anos.

Ficaram célebres os seus bilhetes postais, que denunciavam situações menos simpáticas do quotidiano português, e que terminavam invariavelmente com a expressão E esta, hein?.

O seu trabalho como correspondente durante a II Guerra Mundial valeu-lhe a distinção com a Ordem do Império Britânico e em Portugal foi agraciado com a comenda da Ordem do Infante D. Henrique (13 de julho de 1981) e com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Mérito (10 de junho de 1991).

Reformou-se em 1995 com 93 anos e morreu no dia 29 de abril de 2002, poucos dias depois de ter completado 100 anos de vida.

2014-04-28-fernando-pessa

2 de janeiro de 1783

2 de janeiro de 1783

Neste dia é criada a Sociedade de Comércio das Ilhas de Cabo Verde, que sucedeu à Companhia do Grão Pará e Maranhão (1766-1777), que por sua vez tinha sucedido ao monopólio controlado pela Companhia de Cacheu e Cabo Verde, terminado em 1703.

Personalidade nascida neste dia

No dia 2 de janeiro de 1931 nasceu Henrique Mendes, apresentador de televisão e ator português.

Iniciou a sua carreira como locutor de rádio na Rádio Renascença em 1950 e estreia-se em televisão em 1958 pela mão de Artur Agostinho.

Teve que emigrar depois do 25 de abril por ter sido afastado dos ecrãs da RTP e escolheu o Canadá, país onde fundou uma rádio local chamada Asas do Atlântico.

Em 1979 regressou a Portugal por insistência de Raúl Solnado, tendo sido durante quase duas décadas diretor de programas da Rádio Renascença.

Foi considerado pelo Expresso em 2002 uma das 25 figuras mais influentes do último quarto do século XX.

Morreu subitamente no dia 8 de julho de 2004 devido a uma grave inflamação óssea e foi enterrado no Talhão dos Artistas do cemitério dos Prazeres.

henrique_mendes

 

 

25 de dezembro de 1820

25 de dezembro de 1820

Neste dia terminam as primeiras eleições em Portugal de deputados às cortes constituintes.

Este acontecimento, juntamente com a aprovação da Constituição de 1822, marcam o início da Monarquia Constitucional que, mantinha o poder real responsável pela defesa da soberania nacional, da representação política plena e da separação e independência dos poderes legislativo, executivo e judicial.

O Rei era o “Chefe de Estado”, nomeando o Presidente do Conselho de Ministros para chefe do governo. O poder legislativo pertencia às Cortes. O rei tinha o poder moderador, se bem que também de “direção formal de todos os negócios do Reino”, como se pode verificar nos discursos proferidos na abertura das Cortes em cada legislatura – “o discurso do trono”. Tinha ainda o poder da sancionar as leis aprovadas pelas cortes e o poder de veto.

Personalidade nascida neste dia

No dia de Natal do ano de 1920 nasceu em Lisboa o ator, jornalista, radialista e escritor, Artur Fernandes Agostinho.

Artur Agostinho começou por ser conhecido pelos seus relatos dos jogos de futebol aos microfones da Emissora Nacional de Radiodifusão.

Participou em diversos filmes como O Leão da Estrela (1947), Capas Negras (1947) ou O Tarzan do 5.º Esquerdo (1958), por exemplo.

Apresentou diversos programas de televisão e participou em diversas séries e telenovelas.

Foi agraciado com a comenda da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada no dia 28 de dezembro de 2010.

Morreu no dia 22 de março de 2011.

arturagostinho