3 de dezembro de 1530

3 de dezembro de 1530

Neste dia partiu de Lisboa o governador Martim Afonso de Sousa comandando uma frota de quatro naus com cerca de 400 pessoas em direção ao Brasil.

300px-Martin_Afonso_de_Souza

Este é considerado o dia do início da colonização do Brasil, uma vez que esta viagem termina na região de São Vicente no dia 21 de janeiro de 1532 e onde é fundada a primeira vila nos moldes portugueses em território brasileiro: vila de São Vicente.

Esta fundação aconteceu com a ajuda de João Ramalho e António Rodrigues, que eram moradores na região e já tinham feito amizade com as populações locais.

Personalidade nascida neste dia

No dia 3 de dezembro de 1920 nasceu Artur Manuel Rodrigues do Cruzeiro Seixas na cidade da Amadora.

É, conjuntamente com Mário Cesariny, uma das referências do surrealismo em Portugal, tendo integrado o Grupo Surrealista de Lisboa depois de se ter afastado dos princípios do neorrealismo.

240px-Cruzeiro_Seixas_1_Estudo_para_futuros_encontros_1954

Na década de 50 do século XX viaja por África, Índia e Ásia ao serviço da Marinha Mercante, tendo-se fixado em Angola, onde inicia a sua produção poética.

Tem-se mantido sempre fiel aos princípios do surrealismo e no dia 10 de junho de 2009 foi feito Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada.

cruzeiro_seixas

 

3 de novembro de 1887

3 de novembro de 1887

Neste dia foi fundada a Associação Académica de Coimbra, que é uma instituição de utilidade pública e a mais antiga associação de estudantes de Portugal.

240px-Associação_Académica_de_Coimbra_logo.svg

Esta associação representa todos os estudantes da Universidade de Coimbra, que são automaticamente considerados seus sócios a partir do momento em que se inscrevem nesta universidade.

É constítuida por uma grande diversidade de secções culturais e desportivas, ou seja, é um verdadeiro representante do ecletismo.

Refiram-se ainda as diversas condecorações e distinções, como as comendas da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada ou da Ordem Militar de Cristo, atribuídas respetivamente em 14 de fevereiro de 1938 e 5 de fevereiro de 1941.

É ainda membro-honorário da Ordem do Infante D. Henrique e da Ordem da Liberdade, além de possuir as medalhas de mérito cultural, de ouro da cidade de Coimbra ou honorífica da Universidade de Coimbra.

Personalidade nascida neste dia

No dia 3 de novembro de 1914 nasceu em Angra do Heroísmo António da Costa, mais tarde conhecido como António Dacosta.

Foi um poeta, crítico de arte e pintor, estando a sua obra dividida em duas fases distintas. A primeira, que dura entre 1939 e 1948, está dentro de um idioma surrealista e António Dacosta é uma figura de referência deste movimento em Portugal.

Segue-se um intervalo de cerca de 30 anos preenchido pela crítica de arte e retoma a pintura apenas no final da década de 70 do século XX até à sua morte em 2 de dezembro de 1990. Esta última fase, como disse José Sommer Ribeiro, tem um conjunto de obras notáveis  “cujo intimismo e a poesia são ímpares na pintura portuguesa contemporânea“.

Entre os prémios que recebeu, como o Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, destaque também para a Grã-Cruz da Ordem do Mérito recebida em 4 de fevereiro de 1989.

antonio_dacosta