30 de maio de 1879

30 de maio de 1879

Neste dia o 36.º governo da Monarquia Constitucional assinou o chamado Tratado de Lourenço Marques através do qual se permitia a presença da marinha britânica em águas territoriais moçambicanas.

Este acordo foi fortemente contestado e ajudou à queda deste governo.

Refira-se ainda que a razão desta cedência portuguesa estava relacionada com a construção da linha férrea entre Lourenço Marques, hoje Maputo, ao Traansval e à necessidade de garantir que as tribos zulus não prejudicavam a conclusão deste projeto.

Personalidade nascida neste dia

No dia 30 de maio de 1674 nasceu D. António Caetano de Sousa, escritor, bibliógrafo e genealogista português.

Pertenceu ao grupo dos primeiros 50 membros que fundaram a Academia Real de História Portuguesa.

Entre as muitas obras que são da sua autoria é de destacar a Historia Genealógica da Casa Real Portuguesa. Esta obra, publicada entre 1735 e 1749, é composta por 13 volumes de texto com mais de 14 000 páginas e 6 volumes de provas documentais com cerca de 4500 páginas.

D. António Caetano de Sousa morreu no dia 5 de julho de 1759 deixando um elevado número de manuscritos por publicar.

210px-Antonio_Caetano_de_Sousa

 

 

Anúncios

8 de março de 1881

8 de março de 1881

Neste dia a Câmara dos Deputados aprovou o Tratado de Lourenço Marques assinado no dia 31 de maio de 1879, com o qual Portugal perdeu as vantagens conseguidas em 1875 sobre os britânicos.

De facto, este tratado permitia o patrulhamento da costa moçambicana por navios britânicos, bem como o desembarque de tropas desta nacionalidade no porto de Lourenço Marques.

A aprovação deste tratado desencadeou uma onda de protestos, quer dos republicanos, quer dos monárquicos, assim como da Sociedade de Geografia de Lisboa e da Associação Primeiro de Dezembro.

Personalidade nascida neste dia

No dia 8 de março de 1495 nasceu em Montemor-o-Novo aquele que veio a ser um santo da Igreja Católica, São João de Deus, de seu nome, João Cidade.

Distinguiu-se na assistência aos pobres e aos doentes, fundando um hospital em Granada em 1539 e criando a Ordem dos Irmãos Hospitaleiros.

Foi beatificado no dia 28 de outubro de 1630 pelo papa Urbano VIII e canonizado pelo papa Alexandre VIII no dia 16 de outubro de 1690.

São João de Deus, que morreu em Granada no dia em que nasceu do ano de 1550, é o padroeiro dos hospitais, dos doentes e dos enfermeiros.

Sao-Joao_Deus