20 de março de 1843

20 de março de 1843

Neste dia a rainha D. Maria II assinou um tratado de comércio e navegação com o império otomano.

A assinatura aconteceu na cidade de Londres.

Personalidade nascida  neste dia

No dia 20 de março de 1439 nasceu Joana de Avis, infanta de Portugal e rainha de Castela por casamento com o rei D. Henrique IV.

Era filha do rei português, D. Duarte, e de sua mulher, D. Leonor de Aragão.

Descendia dos primeiros reis de Portugal, dos reis de Castela e Aragão e dos primeiros reis ingleses.

Casou com o rei de Castela, tendo apenas 16 anos quando o monarca castelhano já tinha 31.

As relações extra-matrimoniais que teve, e das quais resultaram pelo menos dois filhos, levaram a que fosse repudiada por Henrique IV, legítimo consorte.

Regressou a Portugal e morreu precocemente no dia 13 de junho de 1475.

D._Joana_de_Portugal,_Rainha_de_Castela_-_The_Portuguese_Genealogy_(Genealogia_dos_Reis_de_Portugal).png

19 de março de 1373

19 de março de 1373

Neste dia foi celebrado o Tratado de Santarém entre o rei Fernando I de Portugal e Henrique II de Castela.

Este tratado pôs um fim à segunda guerra com Castela e estipulava, entre outras coisas, a expulsão dos apoiantes galegos do rei português.

Personalidade nascida neste dia

No dia 19 de março de 1604 nasceu o vigésimo primeiro rei de Portugal, D. João IV, e o primeiro da Dinastia de Bragança, a quarta e última do período monárquico português.

Reinou com os cognomes de O Restaurador ou o O Afortunado.

Refira-se que aceitou com relutância assumir o reino de Portugal e que para esta decisão muito contribuiu a sua mulher, D. Luísa de Gusmão, a quem se atribui a frase “…antes rainha por um dia que duquesa toda a vida.”.

Morreu no dia 6 de novembro de 1656 do mal da gota e da pedra, que já se manifestava desde 1648.

O historiador Joaquim Veríssimo Serrão considera que os liberais ao procurarem denegrir a sua ação enquanto monarca, não levaram em conta a sua ação muito relevante na defesa das fronteiras do reino.

São prova disso a criação do Conselho de Guerra em 1640, da Junta dos Três Estados  e do Conselho Ultramarino em 1643 e da Companhia da Junta de Comércio em 1649.

Joao_IV

 

 

 

 

18 de março de 1798

18 de março de 1798

O Secretário de Estado de Negócios da Marinha, D. Rodrigo de Sousa Coutinho, propôs a criação do Observatório Real da Marinha, o que veio a acontecer neste dia.

Foi o primeiro observatório português, tendo funcionado de 1798 a 1874 com o objetivo de fornecer aos cadetes da marinha uma experiência prática na observação dos astros.

A abertura do Observatório Astronómico de Lisboa em 1867, as dificuldades económicas e os danos no seu edifício no terramoto de 1858 ditaram a sua extinção em 1874.

Personalidade nascida neste dia

No dia 18 de março de 1590 nasceu Manuel de Faria e Sousa, fidalgo, humanista, escritor, poeta, crítico, historiador, filólogo e moralista português.

Aos 28 anos partiu para Madrid para ser secretário particular do conde de Muge, D. Pedro Alvares Pereira, que era secretário de estado do rei Filipe II de Portugal.

Aprendeu rapidamente a língua castelhana, na qual começou a escrever as suas obras.

Apesar de escrever em castelhano, as suas obras versavam essencialmente temas portugueses, como os descobrimentos ou o poeta Luís Vaz de Camões. Foi o responsável pelo primeiro estudo sobre a vida e obra do maior poeta português.

A sua Magnum opus é a obra Ásia Portuguesa.

Morreu no dia 3 de junho de 1649 em Madrid.

manuel_faria_sousa

 

 

17 de março de 1939

17 de março de 1939

Neste dia foi assinado o Tratado de Amizade e Não Agressão Luso-Espanhol, mais conhecido pelo Pacto Ibérico.

Este tratado foi assinado pelo Presidente do Conselho de Ministros de Portugal, António de Oliveira Salazar, e pelo embaixador de Espanha, Nicolás Franco.

Este documento que veio a ter um protocolo adicional assinado no dia 29 de julho de 1940 teve um papel determinante na criação de um bloco ibérico neutro e que aproximou a Espanha dos Aliados durante a Segunda Guerra Mundial.

Personalidade nascida neste dia

A cidade de Lisboa viu nascer no dia 17 de março de 1888 o primeiro piloto aviador civil português, Luís Maria de Noronha.

Obteve o seu brevet (n.º 1187) no Aero Club de França em 1913.

Foi um dos grandes incentivadores da aviação nacional, promovendo a constituição de escolas aeronáuticas.

Morreu no dia 24 de junho de 1913.

rua-dom-luis-maria-de-noronha-o-primeiro-piloto-aviador-civil-portuguc3aas-tinha-o-brevet-nc2ba-1187-do-aero-club-de-franc3a7a-1913

 

 

16 de março de 1521

16 de março de 1521

Neste dia Fernão de Magalhães chegou à ilha de Homonhon nas atuais Filipinas.

A armada das três caravelas sobreviventes da travessia do Oceano Pacífico reabasteceu de água e frutas depois de navegarem sem comida desde as ilhas Marianas.

Os navegadores chamaram a este lugar arquipélago de São Lázaro porque era o dia de São Lázaro de Betânia.

Personalidade nascida neste dia

No dia 16 de março de 1825 nasceu o escritor, romancista, cronista, crítico, dramaturgo, historiador, poeta e tradutor português, Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco.

O rei D. Luís I atribuiu-lhe o título nobiliárquico de Visconde de Correia Botelho.

Lutou do lado dos miguelistas por defender ideias conservadoras e tradicionais.

Foi o primeiro escritor português que viveu exclusivamente da escrita.

A sua vasta obra de muitas dezenas de publicações tem como Magnum opus o livro Amor de Perdição.

Na fase final da vida teve que lutar contra a cegueira provocada pela doença neurosífilis, a terceira fase da sífilis. O agravamento do seu estado levou-o a suicidar-se com um tiro de revólver na têmpora direita no dia 1 de junho de 1890.

Camilo_Castelo_Branco_(1882)_-_União_–_Photographia_da_Casa_Real-Porto

 

 

15 de março de 1147

15 de março de 1147

Neste dia D. Afonso Henriques conquistou Santarém aos mouros num golpe audacioso executado durante a noite e com um exército reduzido.

Refira-se que Santarém estava sob domínio mouro desde 715.

Personalidade nascida neste dia

No dia 15 de março de 1700 nasceu em Lisboa a 3.ª marquesa de Távora, D. Leonor Tomásia de Lorena e Távora.

Ficou conhecida por ter sido uma das vítimas executadas durante o processo dos Távoras.

Com efeito, foi acusada de ter sido a grande instigadora da tentativa de assassinato de D. José I, rei de Portugal.

Foi presa em sua casa no dia 13 de dezembro de 1758 e no dia 12 de janeiro seguinte foi sentenciada com a pena de decapitação.

No dia 13 de janeiro foi executada juntamente com o seu marido, os filhos Luís Bernardo e José Maria, o seu genro e o seu cunhado, todos considerados cúmplices da tentativa de regicídio.

D._Leonor_Tomásia_de_Lorena_e_Távora_(c._1770)_-_J.B._Gérard.png

14 de março de 1974

14 de março de 1974

Neste dia os generais Francisco da Costa Gomes e António Spínola são demitidos dos cargos de chefe e vice-chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas por falta de confiança política do governo, na sequência da sua falta de comparência na cerimónia de apoio à política ultramarina convocado pelo presidente do conselho, Marcelo Caetano, a que acorreu a quase totalidade dos oficiais superiores dos três ramos das forças armadas.

A esta demissão também não é alheia a publicação do livro Portugal e o Futuro já referida neste blogue (ver o post de 22 de fevereiro) no qual era defendida uma solução política para a descolonização em vez de uma solução militar.

Personalidade nascida neste dia

No dia 14 de março de 1923 nasceu D. José Lobo de Almeida Melo de Castro, 11.º conde das Galveias.

Foi um engenheiro civil com grande reputação formado no Instituto Superior Técnico. Durante cerca de meio século foi responsável por dezenas de grandes obras como a estrada Cascais/Sintra, a sede do Banco do Brasil ou a sede da CIMPOR, bem como de grandes edifícios na Avenida da Liberdade, por exemplo.

Também foi um grande jogador de esgrima como se comprova pelo título de campeão nacional de espada em 1946 e pelas representações de Portugal no Campeonato do Mundo de 1947 em Lisboa e nos Jogos Olímpicos de Londres em 1948.

Morreu em Cascais no dia 2 de novembro de 1998.

jose_castro

13 de março de 1531

13 de março de 1531

Neste dia o militar e navegador português, Martim Afonso de Souza, chegou à Baía de Todos os Santos, local onde encontrou o náufrago português Caramuru.

Este navegador, que veio a ser o 12.º governador da Índia, tinha sido encarregue em 1530 de lutar contra os franceses, que exploravam o pau-brasil na costa brasileira, e de iniciar a colonização do Brasil.

Martins-Afonso-de-Souza

Personalidade nascida neste dia

Nasceu no dia 13 de março de 1922 o arquiteto, fotógrafo, pintor, designer, escritor e editor português, Victor Manuel Palla e Carmo, mais conhecido por Victor Palla.

Publicou com Costa Martins o livro de fotografia Lisboa, cidade triste e alegre, mais tarde reconhecido como uma das grandes obras de fotografia do século XX e a única obra portuguesa a ser reconhecida internacionalmente como tal.

A sua obra de pintura e fotografia está presente nas grandes coleções de arte portuguesas, como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Museu Coleção Berardo ou a Museu do Chiado.

O Centro Português de Fotografia atribuiu-lhe em 1999 o 1.º Prémio Nacional de Fotografia.

Morreu em 2006.

palla-12

 

12 de março de 1572

12 de março de 1572

Esta é a data muito provável do lançamento do poema épico Os Lusíadas de Luís Vaz de Camões, com o qual se eternizou a grandeza dos feitos do povo português.

Esta obra é composta por 10 cantos, 1102 estrofes e 8816 versos decassílabos.

Personalidade nascida neste dia

A cidade invicta viu nascer no dia 12 de março de 1867 o militar, jornalista e escritor português, Raul Germano Brandão.

As suas obras ficaram famosas pelo realismo das suas descrições e pelo lirismo da linguagem.

Deixou publicadas duas dezenas de obras, sendo a sua Magnum opus o livro Memórias.

Morreu em Lisboa no dia 5 de dezembro de 1930.

200px-Raul_Brandao2

 

11 de março de 1778

11 de março de 1778

Neste dia foi assinado o Tratado de El Pardo entre a rainha de Portugal, D. Maria I, e o rei de Espanha, Carlos III.

Este tratado determinou da parte de Portugal a cedência de territórios em África no atual Gabão e da parte de Espanha a cedência do que é hoje grande parte da pampa gaúcha que foi anexada ao território do Brasil.

Personalidade nascida neste dia

No dia 11 de março de 1910 nasceu Jacinta de Jesus Marto, uma das três crianças que afirmou ter visto Nossa Senhora na Cova da Iria.

A pastorinha Jacinta morreu no dia 20 de fevereiro de 1920 no Hospital D. Estefânia em Lisboa depois de ter sido afetada pela gripe espanhola.

O papa João Paulo II beatificou-a e ao seu irmão Francisco no dia 13 de maio de 2000.

Jacinta-marto-fatima-portugal-1917