21 de agosto de 1808

21 de agosto de 1808

Neste dia foi travada a Batalha do Vimeiro no decurso da primeira invasão francesa.

Defrontaram-se as forças francesas, comandadas pelo famoso General Junot, e as forças anglo-lusas comandadas pelo Tenente-general Arthur Wellesley que saíram vitoriosas.

Esta vitória ditou o fim da primeira invasão francesa.

Personalidade nascida neste dia

No dia 21 de agosto de 1643 nasceu em Lisboa aquele que viria a ser o rei D. Afonso VI, que viria a receber o cognome de “O Vitorioso”.

Reinou entre 6 de novembro de 1656 e 12 de setembro de 1683, tendo sido aclamado a 15 de novembro de 1657.

Não estava destinado a reinar, mas as mortes do seu irmão, Teodósio de Bragança, e da sua irmã Joana determinaram que assumisse o trono de Portugal apesar da sua fraca preparação e dos problemas de saúde que teve em criança.

O seu reinado ficou marcado pelas diversas vitórias sobre Espanha na Guerra da Restauração.

Estas vitórias e outros pontos importantes do seu reinado não foram suficientes para evitar a sua destituição pelo irmão, D. Pedro II, que inclusivamente viria a casar com a sua mulher, a francesa Maria Francisca Isabel de Sabóia.

Morreu em Sinta no dia 12 de setembro de 1683.

Anúncios

9 de fevereiro de 1808

9 de fevereiro de 1808

Neste dia foram fuzilados nove portugueses pelas tropas francesas alegadamente por terem causado desacatos (insultos e agressões a soldados franceses).

fuzilamento_caldas

Com efeito, durante as invasões napoleónicas Junot tinha advertido que reprimiria exemplarmente quaisquer atos de violência praticados contra os franceses.

Na sequência destes atos, quinze homens foram condenados à pena de morte, embora as tropas francesas só tenham conseguido prender dez. Contudo, um dos dez presos viu adiada a sua execução por ter uma perna fraturada, tendo acabado por conseguir fugir posteriormente.

Assim, Pedro José Pedrosa, escrivão da Câmara das Caldas da Rainha, e João de Proença, filho do Correio Mór (ambos jovens de vinte anos), Casimiro José Henriques, padeiro da vila Manuel Joaquim, Tenente do 2.º Regimento do Porto, bem como um Cadete, três Soldados e um Tambor perderam a vida na mão dos franceses.

Personalidade nascida neste dia

No dia 9 de fevereiro de 1909 nasceu em Marco de Canaveses a atriz e cantora Maria do Carmo Miranda da Cunha, mais conhecida por Carmen Miranda.

A sua família emigrou para o Brasil onde chegou com menos de um ano de idade.

A sua carreira artística na rádio, televisão, teatro de revista e cinema repartiu-se entre o Brasil e os Estados Unidos da América, tendo alcançado um sucesso assinalável. Chegou a ser a terceira personalidade mais popular nos Estados Unidos da América em 1940.

Além dos seus êxitos musicais como O que é que a baiana tem, participou em catorze filmes americanos, nove deles na 20th Century Fox.

É considerada pelo American Film Institute uma das 500 grandes lendas do cinema.

Morreu de ataque cardíaco fulminante em Los Angeles no dia 5 de agosto de 1955.

CarmemMiranda4

 

 

 

27 de novembro de 1807

27 de novembro de 1807

Neste dia a família real portuguesa embarcou rumo ao Brasil devido à invasão do país pelas tropas francesas comandadas pelo general Junot.

O cenário de transferência da família real já tinha sido equacionado por diversas vezes desde a crise de 1580. De facto, com a ascensão do império de Napoleão Bonaparte no início do século XIX, voltou a equacionar-se esta possibilidade, que foi defendida pelo marquês da Alorna em 30 de maio de 1801 e mais tarde, em 16 de agosto de 1803, por D. Rodrigo de Sousa Coutinho.

Na segunda metade de 1807, a França entregou a Portugal as determinações de Napoleão que incluíam a quebra dos pactos com Inglaterra, a adesão ao bloqueio continental, o encerramento dos portos portugueses à navegação inglesa e uma declaração de guerra a Inglaterra.

Na sequência destes acontecimentos formaram-se no Conselho de Estado de Portugal duas fações denominadas “partido francês” e “partido inglês”, que defendiam naturalmente duas posições opostas. O “partido francês” era liderado por D. António Araújo e Azevedo e o “partido inglês” por D. Rodrigo de Sousa Coutinho.

Foram efetuadas diversas reuniões durante o verão e outono desse ano, tendo sido subscrita em 22 de outubro a “Convenção secreta sobre a transferência para o Brasil da sede da Monarquia Portuguesa e ocupação temporária da ilha da Madeira por tropas britânicas”, já referenciada neste blogue.

No dia 27 de novembro a família real embarcou, tendo a esquadra portuguesa sido reforçada por quatro naus da Marinha Real Britânica comandadas pelo capitão Graham Moore.

Personalidade nascida neste dia

No dia 27 de novembro de 1729 nasceu o pintor Pedro Alexandrino de Carvalho.

Em termos artísticos começou por ser introduzido no barroco italiano, tendo evoluído para o rococó francês, movimento do qual se tornou um dos melhores executantes portugueses. Ainda teve tempo para executar algumas pinturas de influência neoclássica no final da sua carreira.

A sua obra é essencialmente de índole religiosa com trabalhos realizados em diversas igrejas de Lisboa reconstruídas depois do terramoto de 1755.

Morreu no dia 27 de janeiro de 1810 com 80 anos e está sepultado na Igreja de São José em Lisboa.

Pedro_Alexandrino_de_Carvalho