16 de agosto de 1648

16 de agosto de 1648

Neste dia as forças holandesas capitularam em Luanda no contexto da reconquista portuguesa de Angola.

Esta ocupação holandesa de Angola foi concretizada no contexto da Guerra Luso-Holandesa que resultou de um ataque generalizado das forças armadas deste país contra o império e as colónias portuguesas.

A reconquista da capital angolana foi comandada pelo político e militar português Salvador Correia de Sá e Benevides.

Personalidade nascida neste dia

No dia 16 de agosto de 1924 nasceu em Évora o cantor português Francisco José, de seu nome completo Francisco José Galopim de Carvalho.

Apesar de ter uma obra relativamente vasta ficou muito conhecida a balada romântica Olhos Castanhos lançada em 1951.

Profissionalmente era professor universitário, ocupação que mantinha quando morreu no dia 31 de julho de 1988.

francisco_jose

 

Anúncios

Portugal e Angola

Acabei de ler quase de um fôlego os livros “Luanda como ela era 1960-1975” e “S.O.S. Angola – os dias da ponte aérea” da Rita Garcia.São 15 anos alucinantes com muitas coisas boas e muitas coisas más, nos quais fica evidente que a diferença está sempre nas pessoas e na capacidade de fazer o que é correto. Os relatos destes dois livros mostram de forma muito clara que “o certo e o errado” são sempre dependentes do referencial que temos definido no nosso sistema cartesiano.

Contudo, é importante que estas memórias não se percam porque fazem parte da história de povos afastados por milhares de quilómetros, mas que terão sempre a uni-los uma identidade suportada pelo maior património de um povo: a língua.

Sejamos capazes de ceder à tentação fácil dos ódios individuais e dos interesses económicos para não perder o que levou séculos a cimentar apesar dos erros cometidos por ambas as partes.

Sejamos capazes de unir novamente o que a história e os homens separaram, mas que essa união seja “atada” com laços culturais e de cooperação entre iguais.

25 de janeiro de 1576

25 de janeiro de 1576

O fidalgo e explorador português Paulo Dias de Novais fundou São Paulo da Assunção de Loanda, hoje Luanda, no dia 25 de janeiro de 1576.

Paulo_Dias_de_Novais,_1º_capitão-governador_de_Angola

É atualmente a terceira cidade lusófona com mais população só superada por São Paulo e Rio de Janeiro.

luanda.jpg

Tem um porto natural excecional de onde saem as principais exportações de Angola como o café, o algodão, o açúcar, os diamantes, o ouro, entre outros.

Personalidade nascida neste dia

No dia 25 de janeiro de 1935 nasceu em Alcains o futuro militar e presidente da república portuguesa, António dos Santos Ramalho Eanes.

Foi fundamental no golpe de 25 de novembro, tendo-se tornado no 16.º presidente da república e no primeiro democraticamente eleito após o 25 de abril.

Enquanto militar do exército, na arma de Infantaria, combateu na Índia portuguesa, em Macau, Moçambique, Guiné-Bissau e Angola.

O então Tenente-Coronel Ramalho Eanes dirigiu com sucesso as operações militares do 25 de novembro de 1975 contra a fação mais radical de esquerda do MFA (Movimento das Forças Armadas).

Foi presidente da república entre 14 de julho de 1976 e 9 de março de 1986, sucedendo a Francisco da Costa Gomes e precedido Mário Soares.

É considerado um cidadão exemplar, tendo inclusivamente recusado receber cerca de um milhão de euros a que tinha direito pela reforma de general que nunca recebeu.

Refira-se ainda que recebeu o grau de doutor na Universidade de Navarra no dia 15 de novembro de 2006 através da defesa da tese Sociedade Civil e poder político em Portugal com mais de duas mil páginas.

A iniciativa de encetar uma carreira de investigação depois de ser chefe de estado é inédita em Portugal e provavelmente na Europa.

Foi agraciado com mais de 20 condecorações de ordens estrangeiras e com quatro de ordens nacionais (cavaleiro da Ordem Militar de Avis no dia 19 de janeiro de 1972, Grande-Colar da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito de Portugal no dia 9 de março de 1986, Grã-Cruz da Ordem da Liberdade no dia 25 de abril de 2004 e Grande-Colar da Ordem da Liberdade no dia 18 de dezembro de 2015).

ramalho_eanes

29 de outubro de 1665

29 de outubro de 1665

Neste dia Portugal venceu a Batalha de Ambuíla contra o reino do Congo comandado pelo rei António I do Congo. As forças portuguesas foram comandadas pelo capitão Luís Lopes Sequeira.

Nesta batalha, defrontaram-se entre 20 a 30 mil homens de infantaria do reino do Congo contra cerca de 14 000 portugueses armados com duas peças de artilharia. A vitória portuguesa gerou cerca de 5000 baixas no exército inimigo, entre as quais o rei, que foi decapitado, os seus dois filhos, dois sobrinhos, quatro governadores, diversos oficiais da corte, 95 detentores de títulos e 400 outros nobres.

Refira-se que durante o século XVI existiu uma parceria comercial entre Portugal e o Congo, mas o estabelecimento em 1575 de uma colónia portuguesa muito forte em Luanda afetou esta relação. Em 1622 houve uma rotura definitiva entre os dois países depois da invasão portuguesa do Sul do Congo, situação que nunca foi recuperada e que culminou com esta batalha.

Personalidade nascida neste dia

No dia 29 de outubro de 1768 nasceu em Paredes de Coura Bernardino António Gomes que foi médico, cientista e botânico de destaque.

Destaca-se na sua atividade científica o facto de ter sido o primeiro a isolar a cinchonina da árvore da quina, abrindo o caminho do estudo da química dos alcalóides e do tratamento do paludismo pelo quinino. O seu trabalho na área da botânica valeu-lhe um busto sob pedestal no Jardim Botânico de Lisboa (1926).

BernardinoGomespai

É considerado o Patrono da Dermatologia em Portugal pelo trabalho desenvolvido no tratamento das doenças cutâneas.

Em 1817 é nomeado médico da Câmara Real, ou seja, médico da família real, mantendo uma relação próxima com o rei D. João VI. Nesta qualidade foi ainda responsável por acompanhar a princesa Leopoldina da Áustria, noiva de D. Pedro, futuro imperador do Brasil, na sua viagem entre Livorno e o Rio de Janeiro.

Bernardino_António_Gomes_médico_da_Real_Câmara