15 de janeiro de 1975

15 de janeiro de 1975

Neste dia o governo português e os três principais movimentos independentistas de Angola ((MPLA – Movimento Popular de Libertação de Angola, FNLA – Frente Nacional de Libertação de Angola e UNITA – União Nacional para a Independência Total de Angola) assinaram em Alvor, no Algarve, os requisitos para a partilha de poder depois da independência de Angola.

acordo-alvor

Contudo, este acordo não resultou, uma vez que pouco depois desta assinatura estes três movimentos envolveram-se numa guerra civil.

Personalidade nascida neste dia

 

A cidade de Sintra viu nascer no dia 15 de janeiro de 1432 o décimo-segundo rei de Portugal, D. Afonso V, o Africano.

Era filho do rei D. Duarte, tendo-lhe sucedido em 1438 com apenas seis anos. Por ordem paterna a regência do reino passou para a sua mãe, D. Leonor de Aragão e depois para o seu tio D. Pedro, duque de Coimbra.

Com 16 anos assumiu de forma plena o seu reinado, que foi caraterizado pela grande expansão no norte de África.

Morreu no dia 28 de agosto de 1481 depois de ter abdicado para o seu filho, D. João II.

Jaz enterrado no Mosteiro de Santa Maria da Vitória na Batalha.

D._Afonso_V_na_Tomada_de_Arzila_-_Tapeçarias_de_Pastrana.png

 

Anúncios

14 de janeiro de 1659

14 de janeiro de 1659

 

Neste dia travou-se a Batalha das Linhas de Elvas entre as forças portuguesas, comandadas por D. António Luís de Meneses, conde de Cantanhede, e espanholas, comandadas por D. Luís de Haro.

Elvas-Forte_de_Santa_Luzia-01

O exército português com 10 500 combatentes (8000 de infantaria e 2500 de cavalaria) e 7 canhões derrotou de forma esmagadora o exército espanhol com 17 500 combatentes (14 000 de infantaria e 3500 de cavalaria), 19 canhões e 3 morteiros.

Esta vitória deu ao conde Cantanhede o título de marquês de Marialva por carta de lei de 11 de junho de 1661.

Personalidade nascida neste dia

No dia 14 de janeiro de 1862 nasceu Pedro Francisco Massano de Amorim, militar e administrador colonial português.

Exerceu altos cargos para a nação, tendo sido governador de Gaza, de Angola, de Moçambique e da Índia.

Pelos serviços prestados foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis em 2 de julho de 1919 e feito Grande-Oficial da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor Lealdade e Mérito em 12 de novembro de 1921.

Postumamente, a 14 de julho de 1932, foi agraciado com a Grã-Cruz do Império Colonial.

Morreu em Goa no dia 2 de junho de 1929.

pedro_amorim

30 de dezembro de 1886

30 de dezembro de 1886

Neste dia Portugal assinou um declaração com a Alemanha para o reconhecimento da soberania portuguesa em Angola e Moçambique, cedendo algum território no sul de Angola.

Em anexo a esta declaração estava o designado “mapa cor-de-rosa”, que continha as zonas de soberania no interior de África.

A estratégia de Barros Gomes era conseguir o reconhecimento da soberania portuguesa nos territórios entre Angola e Moçambique.

Refira-se ainda que este entendimento luso-germânico fez com que Inglaterra invocasse a conferência de Berlim para o seu não reconhecimento.

Personalidade nascida neste dia

No dia 30 de dezembro de 1861 nasceu na capital de Portugal o grande monárquico Henrique Mitchell de Paiva Cabral Couceiro.

Foi um ilustre militar, administrador colonial e político, com um desempenho notável nas campanhas de ocupação colonial em Angola e Moçambique.

Também se notabilizou nas incursões monárquicas contra a primeira república, tendo inclusivamente presidido ao governo da Monarquia do Norte entre 19 de janeiro e 13 de fevereiro de 1919.

A defesa dos princípios do Integralismo Lusitano conduziu-o por diversas vezes ao exílio antes e depois do Estado Novo.

Morreu com 82 anos no dia 11 de fevereiro de 1944.

200px-Avô_Henrique_wiki2

24 de dezembro de 1779

24 de dezembro de 1779

Foi neste dia que D. Maria I fundou a Academia Real das Ciências, precursora da Academia das Ciências de Lisboa.

250px-Placaacl

Esta academia foi fundada em pleno Iluminismo, tendo como fundadores o seu primeiro presidente e mentor,  João Carlos de Bragança e Ligne de Sousa Tavares Mascarenhas da Silva, 2.º duque de Lafões, e o primeiro secretário, Abade Correia da Serra, que eram fortes opositores do marquês de Pombal.

A criação desta instituição inseriu-se numa corrente antipombalina, tendo sido criadas duas classes, uma de ciências e outra de letras.

Personalidade nascida neste dia

No dia 24 de dezembro de 1953 nasceu o advogado e político português, José Duarte de Almeida Ribeiro e Castro.

Ribeiro e Castro é filho do 56.º presidente da Câmara Municipal de Lisboa e 120.º governador-geral de Angola, Fernando Augusto Santos e Castro.

A sua atividade política como militante do CDS inclui a criação da Juventude Centrista e da Fundação dos Trabalhadores Democratas Cristãos. Foi deputado eleito em 1976, 1980, 1999 e 2009. Participou nos governos de Francisco Sá Carneiro e Francisco Pinto Balsemão como Secretário de Estado Adjunto de Diogo Freitas do Amaral e nos três governos de Aníbal Cavaco Silva, como adjunto do Ministro da Educação, Roberto Carneiro. Foi ainda deputado no Parlamento Europeu.

No dia 14 de julho de 2010 foi agraciado como Grande-Oficial da Ordem de Bernardo O’Higgins do Chile e em 6 de dezembro do mesmo ano como Grande-Oficial da Ordem do Mérito do Luxemburgo.

ribeiro_castro

 

18 de dezembro de 1622

18 de dezembro de 1622

Neste dia deu-se a batalha de Mbumbi entre as forças portuguesas e as forças do reino do Congo.

As forças portuguesas, comandadas pelo Capitão-Major Pedro de Sousa Coelho, obtiveram uma vitória contra as forças do reino do Congo comandadas pelo duque de Mbamba, D. Paulo Afonso, e pelo marquês de Mpemba, D. Cosme.

O exército português tinha 20 000 arqueiros Mbundu e 10 000 soldados portugueses de infantaria e mercenários Imbangla contra 2000-3000 arqueiros apoiados por 200 unidades de infantaria pesada.

Personalidade nascida neste dia

No dia 18 de dezembro de 1887 nasceu Artur Carlos de Barros Basto em Amarante.

Foi um militar de carreira, escritor e filósofo com diversas obras publicadas sobre o judaísmo.

Também foi um importante líder judaico e impulsionador da criação da comunidade judaica do Porto, cujo nome oficial é Comunidade Israelita do Porto.

Na sua folha militar consta a liderança, como tenente, de um batalhão do Corpo Expedicionário Português na frente de guerra da Flandres durante a I Grande Guerra. A sua bravura valeu-lhe a promoção a capitão.

Foi o grande responsável pela construção da sinagoga Kadoorie no Porto, que ainda hoje mantém as suas funções religiosas. Ainda teve tempo de ajudar centenas de judeus a fugir da II Grande Guerra e do Holocausto.

Morreu no dia 8 de março de 1961 e foi enterrado na cidade de Amarante que o viu nascer.

220px-BBasto002

12 de novembro de 1877

12 de novembro de 1877

Neste dia Serpa Pinto iniciou a travessia de África que, conjuntamente com os oficiais da marinha Hermenegildo Capelo e Roberto Ivens, tinha sido nomeado por decreto de 11 de maio para participar numa expedição científica à África Central.

200px-AlexandreSerpaPinto

O decreto mencionava que a expedição era para «para comporem e dirigirem a expedição que há-de explorar, no interesse da ciência e da civilização, os territórios compreendidos entre as províncias de Angola e Moçambique, e estudar as relações entre as bacias hidrográficas do Zaire e do Zambeze… ».

As divergências entre os três exploradores durante a expedição determinaram a sua separação, tendo Serpa Pinto procurado fazer a travessia entre Angola e Moçambique, objetivo que nunca chegou a atingir. Ao invés, a sua expedição chegou à atual Pretória e posteriormente a Durban na África do Sul.

Personalidade nascida neste dia

No dia 12 de novembro de 1855 nasceu Joaquim Augusto Mouzinho de Albuquerque na Batalha em Leiria.

Foi um oficial de cavalaria português que ganhou a sua fama depois de capturar o imperador Gungunhana em Chaimite.

Chaimite

A sua fama também foi consequência da campanha de pacificação, ou seja, a subjugação das populações locais à administração portuguesa no território que viria a ser o atual Moçambique.

Mouzinho de Albuquerque foi Governador Interino das Índias Portuguesas em 1889 e Governador de Moçambique entre 1896 e 1897.

O seu papel foi largamente reconhecido pelas inúmeras condecorações e homenagens.

Refira-se ainda que em 28 de setembro de 1898 foi nomeado ajudante de campo do rei D. Carlos I, tendo sido ainda oficial-mor da Casa Real e aio do príncipe D. Luis Felipe de Bragança.

A sua atitude crítica relativamente à classe política valeu-lhe um clima de intriga face ao seu alegado comportamento desumano em África e no dia 8 de janeiro de 1902 suicidou-se na Estrada das Laranjeiras.

Mouzinho_a

29 de outubro de 1665

29 de outubro de 1665

Neste dia Portugal venceu a Batalha de Ambuíla contra o reino do Congo comandado pelo rei António I do Congo. As forças portuguesas foram comandadas pelo capitão Luís Lopes Sequeira.

Nesta batalha, defrontaram-se entre 20 a 30 mil homens de infantaria do reino do Congo contra cerca de 14 000 portugueses armados com duas peças de artilharia. A vitória portuguesa gerou cerca de 5000 baixas no exército inimigo, entre as quais o rei, que foi decapitado, os seus dois filhos, dois sobrinhos, quatro governadores, diversos oficiais da corte, 95 detentores de títulos e 400 outros nobres.

Refira-se que durante o século XVI existiu uma parceria comercial entre Portugal e o Congo, mas o estabelecimento em 1575 de uma colónia portuguesa muito forte em Luanda afetou esta relação. Em 1622 houve uma rotura definitiva entre os dois países depois da invasão portuguesa do Sul do Congo, situação que nunca foi recuperada e que culminou com esta batalha.

Personalidade nascida neste dia

No dia 29 de outubro de 1768 nasceu em Paredes de Coura Bernardino António Gomes que foi médico, cientista e botânico de destaque.

Destaca-se na sua atividade científica o facto de ter sido o primeiro a isolar a cinchonina da árvore da quina, abrindo o caminho do estudo da química dos alcalóides e do tratamento do paludismo pelo quinino. O seu trabalho na área da botânica valeu-lhe um busto sob pedestal no Jardim Botânico de Lisboa (1926).

BernardinoGomespai

É considerado o Patrono da Dermatologia em Portugal pelo trabalho desenvolvido no tratamento das doenças cutâneas.

Em 1817 é nomeado médico da Câmara Real, ou seja, médico da família real, mantendo uma relação próxima com o rei D. João VI. Nesta qualidade foi ainda responsável por acompanhar a princesa Leopoldina da Áustria, noiva de D. Pedro, futuro imperador do Brasil, na sua viagem entre Livorno e o Rio de Janeiro.

Bernardino_António_Gomes_médico_da_Real_Câmara