Razões reais – parte III

Unidade nacional

O sistema republicano, prevendo a eleição do chefe de estado, não consegue garantir a unidade de uma nação em torno do representante máximo da república, uma vez que subjacente à sua eleição estão lutas partidárias e conflitos que minam a representatividade nacional que se pretende.

Ora, um chefe de estado hereditário, por força da sua posição, está em muito melhores condições de assegurar a tão desejada unidade nacional.

É por esta razão que o Dr. Mário Saraiva escreve no terceiro capítulo da sua obra Razões reais a seguinte frase:

“O conceito da unidade monárquica não é o de unanimidade política; é o da harmonia do conjunto nacional.”

Anúncios

2 thoughts on “Razões reais – parte III

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s